quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

terça-feira, 1 de abril de 2008

Arrependimento?

Ontem encontrei um registro de Piaf cantando Non, je ne regrette rien. Interpretação única e comovente. A letra fala sobre arrependimento. Você já se arrependeu de alguma coisa que tenha feito? Não se arrepende de nada? Que bom, você faz parte do meu clube. Mas se você já se arrependeu de algum ato realizado, fique tranqüilo, você também faz parte do meu clube, afinal somos todos humanos. Eu costumo não me arrepender de nada, fiz tá feito. Acredito que o importante é tirar proveito das situações, transformar limão em caipirinha e sorrir para a vida. Aliás, sorrir é o melhor remédio, cura tudo. Para o deleite daqueles que são fãs: Non, je ne regrette rien, com vocês Edith Piaf:





Cante junto:

Non, Je Ne Regrette Rien
Composição: Michel Vaucaire / Charles Dumont

Non, rien de rien,
non, je ne regrette rien,
Ni le bien qu'on m'a fait,
Ni le mal, tout ça m'est bien égal.
Non, rien de rien,
Non, je ne regrette rien,
C'est payé, balayé, oublié,
je me fout du passé.
Avec mes souvenirs,
j'ai allumé le feu,
Mes chagrins mes plaisirs,
je n'ai plus besoin d'eux.
Balayés mes amours,
avec leurs trémolos,
Balayés pour toujours
je repars à zéro...
Non, rien de rien,
non, je ne regrette rien,
Ni le bien qu'on m'a fait,
ni le mal, tout ça m'est bienégal.
Non, rien de rien,
non, je ne regrette rien,
Car ma vie, car mes joies,
Pour aujourd'hui
Ça commence avec toi

4 comentários:

  1. Pois eu me arrependo de muuuuuuita coisa que fiz e se, pudesse voltar atrás, faria beeeeeeeeeem diferente! Sou franca. Mas como o jeito é andar para a frente, vamos nessa. Fazer o quê, né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Denise, não tem jeito, não temos a tecla REW. Só nos deram a tecla FF, e mesmo assim tem gente que não usa...bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Jorge!
    Amo essa música e talvez ela me toque porque eu tenha me arrependido de algumas coisas...
    Assistindo a eça Calígula me assustei quando do nada ela começou a tocar, que emoção!

    ResponderExcluir
  4. Valéria
    "Je ne regrette rien" é um clássico da música francesa e sempre me emociona. Na peça Calígula a música caiu como uma luva para o personagem.
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.