quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

quarta-feira, 30 de julho de 2008

XXXIII - balde de água fria

Para aqueles que acompanham a saga de Bernadete, suas dores e amores e que me escreveram nos últimos dias, informo que houve um problema na edição dos capítulos, mas a partir de hoje voltamos a publicar. De segunda a sexta vocês poderão acompanhar a trajetória de Bernadete.

**************

Alfredo Eugênio concordou em acompanhá-la, afinal era seu marido e, também, sentia-se parte de Bernadete. Agendaram a consulta e duas semanas depois compareceram à clínica do Dr. Joaquim Freitas. Bernadete estava ansiosa. Tão logo entrou na sala do médico começou a fazer muitas perguntas. Dr. Joaquim ouviu tudo atentamente e ao final recomendou alguns exames, inclusive para Alfredo Eugênio, que ficou um pouco surpreso.
Após algumas semanas retornaram com os resultados do exame. Estava tudo bem com Bernadete, mas Alfredo Eugênio era estéril. A notícia caiu como um balde de água fria para o casal. Alfredo Eugênio disse que poderia haver algum engano, pediu que repetisse os exames. Dr. Freitas não se opôs.
Chegaram a casa ainda abalados, Bernadete tentava encorajar o marido e disse que realmente poderia ter havido algum engano, embora no fundo do seu coração, tivesse a certeza de que o marido fosse realmente estéril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.