quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

quarta-feira, 16 de julho de 2008

XXX - tentativas de reconciliação

Às 20 horas em ponto, Alfredo Eugênio chegou ao apartamento. Bernadete estava sentada em uma poltrona na varanda, o ver o marido levantou-se e perguntou:
_ Tudo bem com você? Como tem passado?
_ Não tão bem quanto você. Se você pensa que eu acreditei que aquele homem era seu cliente...
_ O que você está insinuando Alfredo?
_ Insinuando? Ah você agora cobra?
_ O que você está dizendo? Que agressão é essa?
_ Você é uma mulher sem vergonha, uma vagabunda!
_ Eu não admito que você fale assim comigo, eu te chamei aqui para conversar. Aquele homem é cliente da agência, eu estava numa reunião de trabalho. Você anda bebendo, está louco?
Um longo silêncio invadiu o apartamento. Alfredo Eugênio com lágrimas nos olhos pediu desculpas, disse que não conseguia viver longe de Bernadete, queria ter apenas uma família e filhos, era isso que desejava. Não gostou de ter visto Bernadete com outro homem. Admitiu ter sido precipitado ao sair de casa. Queria volta e recomeçar.
_ Alfredo, você sabe que eu te amo, mas fiquei magoada com o que você me falou e pensou de mim. Acho que temos que dar um tempo e repensar nossa vida. Tudo ia tão bem...
_ Até que eu toquei no assunto: maternidade.
_ Foi você quem pediu a separação e decidiu sair de casa. Eu ainda não acredito que a gente esteja passando por isso...
_ Vamos recomeçar?
_ Não Alfredo, vamos deixar o tempo passar e refletir sobre tudo. Depois voltamos a nos falar
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.