quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

XXXV I- O destino não quis

As semanas e os meses foram passando e aos poucos a vida voltava ao normal. Durante esse período pensaram em outras possibilidades, talvez adotar uma criança fosse uma solução. Os dois juntos tinham amor suficiente para dar e tantas crianças no mundo sem família, sem ter alguém para cuidar.
Alfredo Eugênio dedicava a maior parte do seu tempo ao trabalho, assim como Bernadete. A Operadora havia crescido bastante e Bernadete fazia viagens por toda Europa para preparar roteiros diferenciados e formalizar parcerias. Alfredo Eugênio a acompanhava em algumas viagens. O ritmo era tão intenso que estavam sempre adiando a idéia de iniciar o processo de adoção e assim se passaram oito anos.
Durante um final de semana em Paris, enquanto almoçavam em um dos restaurantes da rive gauche, Bernadete tocou no assunto da adoção, disse que os dois estavam tão envolvidos com o trabalho que até pareciam ter esquecido do projeto de aumentar a família. Alfredo Eugênio apenas respondeu:
_ O destino não quis.
Silêncio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.