quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

XXXVIII - não estava preparada

Bernadete estava sentada à beira da piscina, lia um livro e de repente parou, contemplava o horizonte e pensava na sua vida, há 14 anos estava em Portugal, tudo mudou na sua vida. Pensava nos amigos de quem havia se afastado, no homem por quem foi apaixonada, no melhor amigo da família, que era o seu pai biológico, na sua querida tia Alda que havia falecido no ano anterior, saudades do Rio de Janeiro. Estava tão absorta nos pensamentos que se assustou com a chegada da empregada trazendo o telefone. A moça parecia nervosa, estava pálida. Bernadete apanhou o telefone e soltou um grito. Alfredo Eugênio estava morto. Não acreditava no que ouvira, seu marido havia saído há poucas horas, tinha ido a Lisboa. Era sábado, pouco trânsito. Uma fatalidade, um acidente. Bernadete estava só. Não tinha mais ninguém. Uma dor terrível tomou conta da sua vida.
O mês de setembro que fecha o verão e anuncia o início de uma nova estação, o outono, trouxe uma grande tristeza para a família Rebouças Leitão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.