quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Tarde no mar - Florbela Espanca



Atendendo ao chamado do Interlúdio em Flor, participamos da blogagem coletiva em homenagem à Florbela Espanca, no dia em que se comemora mais um ano do seu aniversário.
Considerada um ícone da poesia em língua portuguesa, Florbela Espanca já foi representada no teatro por Zezé Polessa no espetáculo Florbela Espanca, a Bela do Alentejo, de Maria da Luz, com direção de Miguel Falabella.
O poema escolhido foi Tarde no Mar que poderá ser melhor apreciado ouvindo o Grupo Madredeus. Viva Florbela Espanca!

Tarde no mar
Florbela Espanca


A tarde é de oiro rútilo: esbraseia.
O horizonte: um cacto purpurino.
E a vaga esbelta que palpita e ondeia,
Com uma frágil graça de menino,
Pousa o manto de arminho na areia
E lá vai, e lá segue o seu destino!
o sol, nas casas brancas que incendeia,
Desenha mãos sangrentas de assassino!
Que linda tarde aberta sobre o mar!
Vai deitando do céu molhos de rosas
Que Apolo se entretém a desfolhar...
E, sobre mim, em gestos palpitantes,
As tuas mãos morenas, milagrosas,
São as asas do sol, agonizantes...


6 comentários:

  1. viu só??? num disse??? eu sabia!!!
    tem um post no rebloggando de milênios atrás que estou ajeitando e vou repostar. bj.

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema, Jorge. Adorei saber das poesias dela, não conhecia. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Jô, meu amigo querido, agora vc conseguiu juntar as duas coisas das que mais amo em Portugal: Florbela e Madredeus! Putz, eu vi a postagem no blog do Oscar e fiquei chateada de não ter podido participar, mas não deu pelo Congresso. De qualquer maneira, como disse para ele, vcs fizeram um ótimo trabalho.
    Meus poemas favoritos são Volúpia e Fanatismo e este que vc postou é maravihoso tb!
    Beijos e tava com saudade de passar aqui. Agora, voltei, me aguente! hehehe
    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Muito já falei em Florbela, estou agora só apreciando as postagens sobre essa poetisa fantástica. Parabéns pelo post! Valeu...

    ResponderExcluir
  5. eu sabia que vc ia gostar. a gente gosta de quase tudo iguasl. ... e o vídeo com o fagner??? diga que também gostou. essa poesia que ele musicou, parece mais linda ainda, assim, cantada. beijo.

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.