quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

terça-feira, 31 de março de 2009

meu caro amigo

A paixão de uma fã por seu ídolo é o ponto de partida do espetáculo que encerra temporada no próximo domingo, no Centro Cultural dos Correios, no Centro. Estamos falando de "Meu caro amigo", peça que estreou em fevereiro e conquistou a platéia carioca.
O espetáculo é um monólogo musical, se é que podemos chamar assim e conta a história de Norma, professora de História, com mais de 50 anos e fã ardorosa de Chico Buarque.
Através das músicas de Chico Buarque, vamos passeando pela vida da professora, acompanhando cada fase da sua vida. Ao mesmo tempo, os fatos históricos do Brasil vão aparecendo e fazendo uma ligação com a obra de Chico Buarque.
Com texto inspirado de Felipe Barenco, direção de Joana Lebreiro e direção musical de Marcelo Neves, "Meu caro amigo" é estrelado pela atriz Kelzy Ecard, premiada atriz de teatro.
A relação fã/ídolo muitas vezes é marcada pelo fanatismo e histeria dos fãs. Quem não lembra das histórias de roupas rasgadas de muitos artistas, das invasões de quartos de hotel, etc. Em "Meu caro amigo", o que prevalece é a paixão genuína da fã pelo ídolo distante, quase inatingível, como se fosse um deus.



(Kelzy Ecard - atuação apaixonada)

Nesse contexto, Kelzy Ecard dá vida à personagem de maneira não menos apaixonada. Mergulha profundamente na alma da fã de Chico Buarque e brilha com uma interpretação firme. "Meu caro amigo" é um espetáculo cativante, feito com dedicação e muita paixão.

4 comentários:

  1. Fortuna, que bom o comentário do 'crítico de arte'. A peça parece legal, pena que só vai até este domingo.
    Para constar, com orgulho, eu tenho a 'bolacha' que aparece na 1ª foto, um disco inesquecível do Chico.
    Abraço amigo,
    Edu
    ps- e o IIº Carioca diHITT, em meados do ano? Já comecei a campanha para que seja do outro lado do túnel...

    ResponderExcluir
  2. tchê -somente posso analizar o tema - o fanatismo de um fã por um idolo - jamais nenhum artista fez a minha cabeça - muitos consquistaram meu respeito...conheci meus idolos mas nao fiz questao nem de cumprimenta-los - sao os personagens que amo e nao os interpletes - chico vestiu um personagem na epoca da ditadura e nao despiu mais - eu gosto de algumas cançoes do chico mas nada mais que isso, vi um show - é um baita cantor de bar...um compositor diferenciado - mas dai alguem viver a vida de alguem esquecendo de viver a sua...essa tematica nao me agrada...

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito feliz com o post! A propósito, "Meu caro amigo" reestréia dia 10 de abril na sala Tônia Carrero, no Teatro Leblon!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Fortunato, eu sinto muito não poder assistir à peça, pois sou fã (tipo fanática, tiete mesmo....rsss) do Chico Buarque, desde a minha adolescência. Bjs

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.