quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Paulo Gracindo - O Bem-Amado


Ontem fui ao Espaço de Cinema em Botafogo para conferir o documentário Paulo Gracindo - o Bem-Amado, dirigido e produzido por Gracindo Jr, filho do homenageado.

Antes de mais nada este documentário é uma grande prova de amor de um filho por seu pai, feita com muita dedicação e carinho.

Os quase 90 minutos de duração são poucos para mostrar a vida e obra do ator Paulo Gracindo, mas suficiente para matar saudades do intérprete de Odorico Paraguaçu e tantos outros personagens que premanecem vivos na memória do telespectador.

Paulo Gracindo veio de Maceió para tentar a vida no Rio de Janeiro e tornar-se ator, mas começou sua carreira de sucesso no rádio. Foi apresentador e rádio-ator. Depois fez sucesso no cinema, no teatro e na televisão, conquistando fãs em todo o Brasil.

Além de prestar merecida homenagem a Paulo Gracindo, o documentário mostra imagens raras de trechos de filmes, novelas e entrevistas com o ator. Além de gravações de rádio. É um registro da história da comunicação no Brasil.

Narrado por Gracindo Jr, o filme traz diversos depoimentos de companheiros de cena de Paulo Gracindo, como Fernanda Montenegro, Bibi Ferreira, Lima Duarte, Eva Wilma, Rogério Fróes, Milton Gonçalves, entre outros.

Paulo Gracindo - O Bem-Amado é um presente para o público e deve ser assistido por todos, inclusive os que não tiveram a oportunidade de conhecer o ator.

2 comentários:

  1. Muito bom né?? Eu tbm sou fã dele.
    Tô seguindo seu blog!! Gostei viu?
    Sucesso

    ResponderExcluir
  2. Belo post! Paulo Gracindo, além de ser um ícone impagável da TV, do teatro e do cinema, era uma figura humana, simples e muito simpático. Não tive a oportunidade de conhecê-lo, mas minha esposa sempre o via andando pelo bairro das Laranjeiras, no Rio de Janeiro. Esse documentário vai dar o que falar - no bom sentido.

    Abraços,

    André

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.