quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

terça-feira, 30 de junho de 2009

Paris será sempre Paris



Paris é uma daquelas cidades que você se apaixona à primeira vista. E foi exatamente isso que aconteceu comigo. E a cada vez que retorno à cidade, a emoção é a mesma.
Quando me perguntam por que eu sempre incluo Paris nos meus roteiros, uma vez que já conheço a cidade, eu respondo: Paris será sempre Paris, não tem explicação.



Avenida Champs Elysées, uma das maiores avenidas do mundo e a mais elegante, com certeza. Bem lá ao fundo o Arco do Triunfo.


Mais uma vez me hospedei no Hotel de Suez e fiquei num apartamento de frente para o Boulevard Saint Michel. Esse hotel é super bem localizado, está perto de tudo, ou como diz uma amiga, "está na zona do agrião". Dali é possível ir a pé até ao Museu do Louvre, à Notre Dame, ao Jardin de Luxembourg, Museu de Clunny, Conciergerie...



Na casa dos meus amigos Hichem e Virginie, que moram em Saint Maurice, bem pertinho de Paris. Conheci este casal em Jul/2005 e ficamos muito amigos. A família está crescendo, Kaïz (no colo de HicheM) já vai fazer 2 anos e Naël (com Virginie) havia nascido há 10 dias. São amigos queridos e me recebem com muito carinho quando vou à Paris.



120 anos e com corpinho de 20! A Torre Eiffel é o monumento mais visitado de Paris. As filas são sempre enormes. Já fui até o topo e a vista é belíssima. Lembro que pela primeira vez senti medo, são mais de 300 metros de altura.



Uma das exposições que estão em cartaz nas Galeries Nationales do Grand Palais.



Cena rara: a Pont des Arts vazia. Acho que tirei essa foto na parte da manhã. Na primavera e no verão a Pont des Arts é um local concorrido para piqueniques e encontros. Fica cheia de gente. É um clima bem agradável, todo mundo batendo papo, ouvindo música e bebendo vinho... muito legal. Ao fundo está o Museu do Louvre.



Ao fundo está a Conciergerie, para quem não sabe, este foi o endereço de Maria Antonieta e outros nobres no período da Revolução. Há alguns anos fiz uma visita guiada e o clima é bem estranho, em algumas salas chegamos a imaginar a dor de quem ficou preso ali. Foi a época do terror...



Pausa para comer uma tortinha de limão, que estava muito gostosa. Eu "chuto o balde" e o que tiver na frente e ataco todos os doces.


O sol jogando seus últimos raios no rio Sena, por volta de 20hs. Paris cada vez mais bela. Não tem como não se apaixonar e admirar. E é por isso tudo e muito mais que eu sempre retornarei à cidade luz...

5 comentários:

  1. Olá!

    A blogagem da Aldeia da Minha Vida foi um grande sucesso, graças à sua participação e divulgação.

    Convido-o(a) a participar na próxima blogagem de Julho “ Férias na Minha Terra”.

    É uma oportunidade única para demonstrar a todos que vale a pena passar férias no nosso país, especialmente na nossa querida terra, seja ela aldeia, vila ou cidade.

    Inscreva-se e mande o seu texto até 7 de Julho para o seguinte e-mail: aminhaldeia@sapo.pt

    Para premiar a sua participação, vamos atribuir ao melhor post um fantástico prémio e ao melhor comentário também.

    Muito obrigado pela sua atenção!

    Votos de um feliz dia!

    Susana Falhas

    ResponderExcluir
  2. faltou falar que O Pont des Arts fica uma nojeira quando tem muita gente e por issoo alcool estah " teoriamente" proibido pela lei.

    E essa foto da Champs quase vazia, isso sim eh um miagre ? Ai como eu amo a Champs, mas ela tambem nao ta to bonita, com as rformas na calcada. TEm um site (champselysees.org/365visit) que faz um visita d avenida, e da te para ver algus dos tapumes da reforma

    E o tour de France, hein ?

    ResponderExcluir
  3. Caro Guillaume
    SE a Pont des Arts fica uma nojeira é porque muita gente acha que está em casa. Infelizmente tem gente mal educada em todos os lugares.
    A Champs Elysées é maravilhosa e eu também gosto muito, mesmo em obras.
    Abraço e obrigado pelos comentários

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.