quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

c'est la vie

Nada de novo no reino da Dinamarca... eu até pensei em começar a escrever em francês para variar um pouco. Nem sempre estamos inspirados e, confesso, nos últimos dias a inspiração anda em baixa. Acho que tenho alguns motivos para isso... Será? Às vezes, penso que reclamo muito, afinal se olhar ao redor, nem estou tão mal assim... Hoje fui caminhar na praia, pegar um pouco de sol. Ficar trancado na academia com o dia lindo que fez hoje não fazia o menor sentido... A Praia do Flamengo ainda é a mais bonita vista do Rio de Janeiro. Ah, não tem outra. Copacabana, Ipanema, Leblon? Nenhuma dessas dá vista para a maravilha que é o Pão de Áçucar. Por sinal, ver o Pão de Áçucar já é um motivo para não ficar chateado e reclamando. E se fui passear é porque tenho boas pernas que me levam para onde quero. Tenho olhos que enxergam bem e assim posso admirar as belezas desta cidade maravilhosa. As outras coisas que ajudam a manter tudo isso, a gente vai correndo atrás, de um jeito ou de outro, a gente sempre alcança... bem, pelo menos eu espero alcançar e logo. Decidi que vou voltar ao mercado de trabalho formal. Pode ser meio complicado, depois de um tempo, mas não é impossível. Gostei de ter trabalhado em casa, fazendo minhas traduções e prestando serviços para uma empresa. Porém, sinto falta de ter uma equipe, um grupo de trabalho. Sair para almoçar, adorar chegar a sexta-feira... enfim, aquela vidinha comum, que muitos reclamam, mas no fundo não conseguem viver sem.
Estou de volta à selva, ao ringue e vou ganhar esta batalha! Como não vencemos nada sozinho, conto com o apoio dos amigos de sempre.
O importante é não perder a fé! Dia desses, navegando pelos diversos blogs , eu li uma frase que mexeu comigo e, ao mesmo tempo, me encheu de energia:

Don't tell God how big the storm is;

tell the storm how big your God is!

Quem disse que não encontramos coisas boas nos blogs?

E agora um pouco de música. Vocês já ouviram Paula Fernandes? Ela é uma cantora ótima e volta e meia aparece em alguma trilha de novela. A música do vídeo se chama "Jeito de mato" e faz parte da trilha da novela "Paraíso". Almir Sater faz duo com Paula. Vocês vão gostar.


5 comentários:

  1. vc fincou acento no centro do furacão ... sou feliz. as pessoas não acreditam quando digo a frase de boca cheia. e sabe pq??? pq os putos ficam procurando coisa pra alimentar uma infelicidade que só existe pq é procurada e encontrada. é a competição mais burra da humanoidade ... rs ... adoram dizer: sou infeliz, a minha dor sim, que é uma dor de sustância, a pior, a mais dolorida ...

    pois, euzinha, rê, sou feliz. tenho preocupações que tento resolver, mas elas não me impedem de ser feliz, dioturnamente, 25 horas por dia. não tenho praia do flamengo ou pão de açúcar, mas tenho meu zé, meu porrinha sabido e famoso mundialmente, ele e sua música, tenho as minhas músicas, os meus olhos videntes, os meus ouvidos ouvidores ... sou, sim, feliz.

    bj.

    ResponderExcluir
  2. É verdade. Trabalho em casa e também sinto falta da "movimentação" do dia a dia. Por mais que desejemos, acabamos ficando meio "fora do mundo".

    ResponderExcluir
  3. Sou autônomo a muitos anos e acho que não saberia voltar a essa vidinha que todos reclamam mas adoram. Só de pensar em ter um chefe, um horário, Ouvir aquela voz deprimente do Faustão e pensar: hoje é domingo , amanhã tudo de novo.Mas confesso que por outro lado a segurança de um trabalho estável é reconfortante.Gostei da frase, tem outra que gosto bastante: "se a vida te da um limão, faça uma caipirinha".
    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Tens razão Jorge, trabalho em casa é muito solitário. Eu também gosto de compartilhar com colegas de trabalho soluções , problemas e sucessos conseguidos e decididos em grupo. Só que aos fins de semana não consigo dizer xau ao trabalho, contínuo...
    Creio que ainda sou um pouco workaholic, ainda não me curei.

    Abraços e felicidades

    ResponderExcluir
  5. Regina, Arthurius, Fernando e Emília
    Obrigado por participarem deste meu momento. É bom receber esse retorno. Pode deixar Fernando, farei muitas caipirinhas... abraços a todos.
    Jorge

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.