quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Cultura Inútil


Volta e meia sou bombardeado com e-mails contendo todo tipo de informação. São curiosidades, correntes, fotos e fatos curiosos, etc. Hoje fiquei sabendo porque os preços das lojas são quebrados. Desconheço a fonte, pois quem enviou não mencionou; é ler, aproveitar e ... jogar fora. Divirtam-se!!!

A origem dos preços quebrados

"Diversas lojas tem os preços fixados em frações invés de números redondos, por exemplo, R$ 9,99 em vez de R$10,00, R$19,95 em vez de R$20,00 e por aí vai. Entende-se que essa medida é tomada para o preço sempre parecer menor para o consumidor. Mas sabia que não foi por isso que essa prática começou a ser adotada? A razão para esse método de preços surgiu para garantir que o funcionário responsável pelo recebimento do valor da compra tenha que abrir o caixa para poder dar o troco ao cliente e assim registrar cada transação. Foi uma medida de segurança desenvolvida pelos donos de lojas a fim de reduzir o risco do funcionário embolsar o dinheiro. Ou seja, essa prática de preço quebrado R$1,99, 2,50 e etc nasceu devido a falta de confiança entre patrões e funcionários."

21 comentários:

  1. Incrível! Eu também estava convencida que era uma questão de marketing!
    Mas faz sentido. É uma daquelas curiosidades não tão inúteis assim. Poderemos analisar essa questão sob diversos pontos de vista!

    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jorge!
    Ri muito c/ essa "cultura inútil"! rsrsrs
    P/ uma 5.a feira chuvosa, até q não vai nada mal, hein?
    Bom, não me convenceu muito essa historia de abrir o caixa p/ dar troco!
    Sempre soube q era p/ enrolar o consumidor achando q o preço era mais barato...
    Eu, esperta q só, já uso minha tecla "SAP de economês" e faço a "tradução" simultânea.
    Exemplos: R$ 8,99 = R$ 9,00; R$9,95= R$ 10,00.
    Gostou da minha "conversão monetária"? rsrsrs
    Bjs,
    Mary. :-)

    ResponderExcluir
  3. Luísa
    Pode até ser Luísa, mas experimente pagar com o valor correto. A caixa abre do mesmo jeito após a informação da operadora. Eu já fiz isso e observei que o caixa abre.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Oi Mary
    Muito prático, ao enos vc nao tem dor de cabeça...rs
    Mas , como já disse, acredito que se vc der o valor correto em centavos, a caixa abre do mesmo jeito.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu também pensei sempre que era uma jogada comercial psicológica, mas que bom que tu esclareceu.

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Será? Como os próprios patrões sonegam impostos não dando a nota fiscal ao consumidor, talvez achem que seus funcionários também sonegariam as vendas embolsando o dinheiro. Viável, mas ainda acho que é marketing.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Geraldo
    Eu acho que tudo não passa de coincidência. E não concordo com o texto quando diz: "... essa prática de preço quebrado R$1,99, 2,50 e etc nasceu devido a falta de confiança entre patrões e funcionários."
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Cris
    Acho que tudo é marketing mesmo, sigo com vc.
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Cara, viajem isso aê mano. Posso te garantir, não tem nada haver com desconfiança ou medida de segurança, isso é até piada. É por uma questão de marketing mesmo tá? MAs como vc falou... cultura inútil esse heim!

    http://vitrine2009.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Ou seja, é um falso anti-marketing, que acaba por justificar o marketing! Pode ser!

    ResponderExcluir
  11. Jorge,
    Por incrivel que pareça,esses dias mesmo eu estava com essa curiosidade,perguntei para varias pessoas e elas sempre respondiam a mesma coisa,que era para que o preço pareça mais baixo,mas faz sentido essa outra explicação.

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  12. Continuo achando que é pra fazer o consumidor pensar que está pagando menos. Eu faço como a Mary, arredondo pra cima e não me deixo enganar. Até porque é raro ver aquele 1 centavo de troco...

    ResponderExcluir
  13. Vitrine, Artes e manhas, João e Alline
    Obrigado pela participação de vocês. Esse post está rendendo ótimos comentários.
    Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  14. Eu já sabia disso e acho que é uma medida necessária! E mesmo assim, quando clientes não pedem o cupom fiscal o proprietário corre um risco danado!

    ResponderExcluir
  15. Oi Sissy
    Será? eu acho que tudo não passa de coincidência...bjs e até breve!

    ResponderExcluir
  16. Oi Jorge, vim agradecer sua visita e comentário, amei. Olha acho que o motivo é realmente para o preço parecer menor, seria muito triste esta explicação de falta de confiança. bjs 1000 - fffc

    ResponderExcluir
  17. Jorge, vim conhecer seu blog, depois de ler seu comentário tão carinhoso lá no Afrodite...

    Bom conhecer pessoas novas, prerrogativa desse mundo virtual, que nos permite visitar a casa de cada um, assim, informalmente...rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi Fátima,
    Eu também prefiro esta versão, mas acho que é coincidência e, claro, marketing.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  19. Ava,
    Seja bem-vinda! Assim como você, gosto de conhecer gente. Agora que vc já tem o "endereço" da casa, apareça sempre!
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Nossa!! Eu ouvi dizer que era porque lemos da esquerda pra direita e vemos primeiro o valor menor. Na cabeça fica 19,00 e não 19,99, ou seja 20.
    Também faz sentido...

    ResponderExcluir
  21. Oi Carolina,
    Eu acho que tudo é marketing, e nós pagamos mais caro sempre...rs
    Abraço

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.