quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Sexta-feira 13. E daí?

Hoje é considerado um dia complicado para muitos, afinal "Sexta-feira 13 de agosto", não é uma sexta-feira 13 qualquer é a de Agosto. E daí? O que tiver de ser será, independentemente do dia, seja ele segunda, sexta ou sábado. Não sou supersticioso, mas também não duvido muito das coisas, apenas observo e deixo ver o que acontece. Acima de tudo, acredito em Deus e acho que já é sinal de 100% de sucesso. Tem muita gente que acordou e já pôs o pé direito no chão, não vai usar roupa preta, vai evitar passar debaixo de escada. Alguns vão carregar sal grosso e alho nos bolsos e se cruzar com um gato preto...sei não vão entrar em alguma Igreja.
Como tudo na vida, esta data tem muita história. Passando rápido pela Wikipédia vejam o que encontrei sobre o número 13 e a sexta-feira:
"A superstição foi relatada em diversas culturas remontadas muito antes de Cristo. Para se ter uma idéia, o Código de Hamurabi, criado 1700 a.C. vai até 282, mas a cláusula 13 foi excluída por superstições.
Existem histórias remontadas também pela
mitologia nórdica. Na primeira delas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses. Daí veio a crendice de que convidar 13 pessoas para um jantar era desgraça. Há também quem acredite que convidar 13 pessoas para um jantar é uma desgraça, simplesmente porque os conjuntos de mesa são constituídos, regra geral, por 12 copos, 12 talheres e 12 pratos.
Segundo outra versão, a deusa do amor e da beleza era
Friga (que deu origem a frigadag, sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, Friga foi transformada em bruxa. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o demônio, os 13 ficavam rogando pragas aos humanos. Da Escandinava a superstição espalhou-se pela Europa.[1]
No cristianismo é relatado um evento de má sorte em 13 de Outubro de 1307, sexta-feira, quando a Ordem dos Templários foi declarada ilegal pelo rei Filipe IV de França. Os seus membros foram presos simultâneamente em todo o país e alguns torturados e, mais tarde, executados por heresia.
Outra possibilidade para esta
crença está no fato de que Jesus Cristo provavelmente foi morto numa sexta-feira 13, uma vez que a Páscoa judaica é celebrada no dia 14 do mês de Nissan, no calendário hebraico.
Recorde-se ainda que na
Santa Ceia sentaram-se à mesa treze pessoas, sendo que duas delas, Jesus e Judas Iscariotes, morreram em seguida, por mortes trágicas, Jesus por crucificação e Judas provavelmente por suicídio.

Eventos históricos
Alguns incidentes ocorridos nessa data:
13 de Dezembro de
1968: O governo militar do Brasil decreta o AI-5, que, entre outras coisas, suspendeu direitos e garantias políticas, decretou estado de sítio no Brasil e dava poderes aos militares de fechar o Congresso.
O pior incêndio de florestas na história da Austrália ocorreu em uma sexta-feira 13 de
1939, onde aproximadamente 20 mil quilômetros de terra foram queimados e 71 pessoas morreram.
A queda do avião que levava a equipe uruguaia de rúgbi nos Andes foi em uma sexta-feira 13 de
1972. Os acontecimentos neste acidente deram origem ao filme Alive (Vivos) de 1993 com direção de Frank Marshall (Resgate Abaixo de Zero).
[
editar] Celebrações da Sexta-feira 13 em Portugal
Em Portugal, muitas cidades e vilas celebram a Sexta-feira 13. A maior festa acontece no castelo de
Montalegre, Trás-os-Montes. Em Montalegre, todas as sextas-feiras 13 há uma grande festa, onde não faltam as bruxas, os bruxos, feitiços, teatro e a famosa queimada.
Na vila de
Vinhais, na aldeia de Cidões, também se festeja a sexta-feira 13. Nesta festa, as pessoas reúne-se á volta de uma grande fogueira. Há também um banquete com produtos locais.
Em Cavalinhos,
Leiria, as mulheres juntam-se num encontro onde os homens não podem participar. A noite é das mulheres, que aproveitam para passarem uma noite com muita adrenalina á mistura.
Noutras cidades portuguesas, como
Braga, Loulé ou Porto, a sexta-feira 13 é celebrada com muita animação e com muitas bruxas á mistura." (Fonte Wikipédia).
Tudo pode ter sido apenas coincidência...ou não.
Como não estou nem aí para o dia de hoje, saí de casa com uma camiseta preta. Espero encontrar um pacote com muito dinheiro. Se para muitos hoje pode ser um dia de azar, espero que para mim seja um dia de muita sorte...
Bom dia!

6 comentários:

  1. Jorge,
    para mim não passa de lenda... lenda e uma dose de ignorância!
    Adoro o número 13. Adoro sextas feiras, gatos pretos e muito passei embaixo de escadas.
    Para mim é tudo uma grande bobagem que muitos necessitam acreditar para justificarem suas eventuais perdas e desgraças.
    Adoro não ter superstição! E bruxa... já basta eu!rs
    Beijo e bom fds!
    Vamos fazer alguma coisa?
    CB

    ResponderExcluir
  2. Vc é uma bruxa linda e estou cada dia mais enfeitiçado..rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Como este ano se repete as mesmas condições da data de meu nascimento - nasci no dia 14 de agosto, sábado, e por seis horas não nasci numa sexta feira 13 de agosto, eu não tenho nada contra a data. Essas coisas de dia azarento, etc só funcionam para quem acredita nisso. E viva 13 de agosto.

    ResponderExcluir
  4. hahahah
    gostei disso , por acaso tambem fui no wikipédia , pesquisar
    nada que uma mente sadia , não se desvencilie com facilidade
    beijooo
    Lilian

    ResponderExcluir
  5. Wilson
    Tá explicado o cara de sorte e gente boa que vc é!
    Mais uma vez Parabéns!

    Deusa
    Wiikipédita tem resposta para tudo...rs
    bj

    ResponderExcluir
  6. UAU! Que delícia!
    Vamos passear na minha vassoura, então?
    Adorei a noite!
    Beijo

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.