quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

sábado, 18 de dezembro de 2010

O matador de santas

De todas as peças que assisti este ano posso dizer que O Matador de Santas foi uma grande surpresa. Trata-se de uma tragicomédia com todos os ingredientes para fisgar o público desde a primeira cena. A peça conta a história de Jorgina, mulher de meia idade, autoritária que vive com o marido Baltazar e a filha Queridinha em um pequeno apartamento de classe média, no bairro do Grajaú. Jorgina se acha a dona da verdade e suspeita que o vizinho seja um serial killer - conhecido como "o matador de santas".
A minha referência à "grande surpresa" tem a ver com o brilhante texto de Jô Bilac - autor que não conhecia.É que é sempre bem-vinda uma produção totalmente nacional, uma vez que este ano vi muitas peças adaptadas de autores estrangeiros. Sinal de que há uma renovação em nosso teatro. Além disso a escolha de Guilherme Leme para a direção foi certeira. Um ator dirige muito bem outros atores. E isso é notado pelo bom trabalho do elenco, encabeçado por Ângela Vieira no papel dessa mãe tresloucada e autoritária. A atriz está perfeita no papel, e digo isso sem exageros. Uma personagem difícil, sempre um tom acima, é sempre uma armadilha para o ator que pode ir além do que é exigido. Porém o trabalho de Ângela Vieira é correto, na medida. Somam-se ainda as participações de Tonico Pereira - ator que dispensa comentários - no papael de Batalzar, um pai quase submisso; Izabela Bicalho como Queridinha a filha, numa interpretação muito marcante e Rafael Sieg como o noivo de Queridinha.

O Matador de Santas foi um ótimo programa e gostaria muito de recomendar. Pena que demorei muito para escrever sobre este espetáculo e não sei se ainda está em cartaz ou se irá prorrogar a temporada para 2011. Todavia, não podia deixar passar em branco um trabalho bem feito e cheio de qualidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.