quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

domingo, 30 de janeiro de 2011

Roma - parte 5


Museus do Vaticano


Andando mais ou menos uns 15 minutos pelos muros do Vaticano após sair da Basílica de São Pedro, cheguei aos Museus do Vaticano. É um complexo de 10 museus. é uma visita de muita informação e de muita beleza para ver. Por isso mesmo, o ideal seria ter chegado bem mais cedo. Os Museus abrem a partir de 08h45. E eu deveria ter chegado nesse horário, enfim...

Na entrada do museu. Reparem que não havia fila, mas tive que fazer esse caminho caracol de grades para entrar no Museu. Ingresso a 15 euros. Aqui o Roma Pass não é aceito, pois o Vaticano, como vocês sabem, é uma outra nação.

As coleções

É de impressionar o acervo do Vaticano, nesses antigos palácios papais do século 13, estão expostas obras de artes diversas que incluem antiguidades greco-romanas, egípcias, o Museu Etrusco (que fecha às 13h e não pude ver), Museu Pio-Clementino, quatro Salas de Rafael, Coleção de Arte Religiosa Moderna, a Capela Sistina, Biblioteca e a Pinacoteca.

Antiguidades Egípcias - uma bela coleção.

Rafael

Rafael decorou os apartamentos de Júlio II entre 1508 e 1520. Na Stanza della Segnatura pude admirar este belo afresco "A Escola de Atenas" - convenção de antigos filósofos portando retratos de artistas do Renascimento, como por exemplo, Leonardo da Vinci representando Platão (de barba). Cliquem na foto para ampliar.

Entre uma galeria e outra você vai ficando com dor no pescoço de tanto olhar para cima e ver tanta beleza.


Capela Sistina

Ápice da visita aos Museus do Vaticano, a Capela Sistina é realmente um deslumbramento. Justifica a ida a Roma. É uma daquelas visitas obrigatórias. Não gosto nem de falar isso, mas devo admitir, é obrigatório. Não sei descrever o que senti, não tenho vocabulário. Foi uma experiência... Arte pura, Michelângelo em estado de graça deixou essa herança para o mundo.

O juízo final

Como era impossível fotografar todo o teto, dei destaque para esta cena "Deus dando a centelha da vida a Adão". As fotografias estão proibidas na Capela Sistina e em algumas salas dos museus, mas ninguém dá crédito. O barulho é grande - todos admirados - e várias vezes avisos pedindo silêncio em vários idiomas são feitos. Porém, teve um momento que um guarda mais exaltado mandou o povo calar a boca no grito e não fotografar mais. Assim que o guarda saiu os flashes dispararam, inclusive os meus.

Apolo do Belvedre ou Torso do Belvedere. Esta é uma cópia romana de uma estátua grega do século 4 a.C. É considerada um modelo de beleza e inspirou o Apolo de Bernini.

O Pátio Octogonal é cercado de belas esculturas.

Laocoonte - essa escultura é uma pequena jóia, data do século I d.C., cópia de um original grego do século II a.C. Mostra o profeta de Tróia e seus filhos sendo estrangulados por serpentes quando tentavam alertar sobre o cavalo presenteado pelos gregos. O trabalho é de uma beleza ímpar. Não sei se é possível ver pela foto a expressão de dor, a força dos músculos.

Diversas e belas esculturas estão nessa Sala Redonda. O que mais me chamou atenção foram os mosaicos do piso.



A área externa



E na hora de ir embora esta maravilha de escada.

Você pode passar o dia inteiro nos Museus do Vaticano, pois existem restaurantes, lanchonetes, os jardins para passear. A propósito, não fiquei muito nos jardins por conta do vento e do frio. Pode ser até um pouco cansativo o fato de ver tantos museus num único dia, mas a experiência é única e vale muito. Realmente inesquecível e para quem não conhece imperdível.

8 comentários:

  1. Jorge,
    no Vaticano, só conheci a Capela Sistina. Passei em disparada pelos corredores do Museu, quase no fim do horário de visitação,o que me rendeu uma inesquecível bolha no pé, que quase arruinou minha viagem.
    É incrível imaginar que Michelângelo pintou os afrescos do teto da Capela Sistina empoleirado em andaimes. Trabalhava deitado, pintando sobre sua cabeça.
    Adorei este post, cheio de informações sobre o acervo do Museu, que ainda visitarei com calma.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi Jorge!
    O Museu do Vaticano é emocionante, várias vezes me emocionei durante a visita. Nossa visita não fi completa como a sua, nessa viagem fomos por um pacote da cvc e você sabe tudo fica muito limitado, mas mesmo assim inesquecível. Você viu uma tapeçaria de Jesus que dá a impressão que se vira quando você passa? É de arrepiar...

    ResponderExcluir
  3. Uma vez minha mãe mandou umas imagens fantasticas do Vaticano... eu tenho certeza absoluta que é um passeio cultural sem comparação! Fico imensamente feliz por vc ter feito isso!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Adriana,
    A Capela Sistina é o maior destaque da visita, os afrescos de Michelângelo são maravilhosos. Quando vc voltar a Roma poderá visitar os Museus com mais calma e vai gostar muito. Também pretendo voltar...rs
    Beijos

    Valéria
    Esse é um problema dos pacotes turísticos, mas como vc disse, sempre dá para aproveitar e curtir. Não lembro dessa tapeçaria...agora terei que voltar...rs
    Beijos

    Sissy
    Saudades! Foi um passeio rico, um mergulho na arte.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Jorge, estou indo a Roma em abril e quero muito visitar a capela sistina.
    Como você fez, comprou a entrada com antecedência, pela internet, ou na hora? Ficou muito tempo na fila?
    Quero me organizar pois recentemente varios amigos disseram que não conseguiram visitar pois as filas eram enormes e muitas vezes não tinha mais ingresso para o dia mesmo! O que você acha?
    Obrigada desde já!!!

    ResponderExcluir
  6. Milena
    Visitei Roma numa época atípica, semana de Natal, e acho que fui beneficiado. Pois nessa época nao tinha muitos turistas. Assim, comprei ingressos na hora com facilidade, inclusive para o Palazzo Farnese e Galeria Borghese. A Capela Sistina faz parte do conjunto de Museus do Vaticano. Você pode comprar seus ingressos pela internet, mas só faça isso se tiver certeza do dia e horário que pretende visitar, pois caso algo aconteça o dinheiro não é devolvido, nem o ingresso trocado. Te aconselho chegar cedo no Vaticano tipo 08h30 e visitar os museus , depois do almoço visite a Basílica de São Pedro e se tiver fôlego, suba até a cúpula para ver a Praça do alto, a vista recompensa.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Vou a Roma em julho, 2 anos e meio depois dos seus posts, mas estou adorando suas informações. Segui sua indicação para a reserva do hotel, já anotei sobre o Roma Pass e seu roteiro para visitar a cidade também vai me ajudar muito!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cecília
      Fico feliz em saber que vc está aproveitando as dicas do Blog. espero que a sua viagem seja um sucesso! Depois, volte e nos conte.
      Abraços

      Excluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.