quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Roma - parte 7

Terme di Caracalla
Véspera de Natal. O dia amanheceu nublado e com chuvas. Isso não impediu a minha ida às Termas de Caracalla. Da Piazza Spagna peguei o metrô linha A até a estação de Termini e de lá fiz baldeação para linha B para chegar até as Termas. Com o Roma Pass valendo ainda pude utilizar mais um dia de transportes. E este foi um dos dias que mais peguei metrô e ônibus por conta da chuva que ia e voltava...

As Termas de Caracalla foram construídas por iniciativa do Imperador Caracalla a partir de 212 d.C. Foram inauguradas em 217 e utilizadas até 546, quando os invasores godos destruíram os aquedutos. Até duas mil pessoas podiam utilizar esse luxuoso complexo termal. Se essas paredes falassem eu teria escutado muitas histórias...

Mas como elas não falam o jeito foi ler os painéis explicativos. Clique nessa foto para ampliar e saiba um pouco mais da história deste monumento (está em italiano e em inglês). Ou clique aqui.

Depois que a chuva deu uma trégua foi possível passear pelo complexo. Você fica pequeno diante da beleza e imponência. O pensamento vai longe, imaginando o que não rolava nos banhos...

Outro painel explicativo. Vale a pena ampliar a foto e ficar e se interar sobre os detalhes. A fonte que aparece no painel pertenceu ao Complexo e hoje está na Piazza do Palazzo Farnese. Depois mostro a foto.

Mais uma visita imperdível!

Piazza della Repubblica

Como vocês podem ver na foto abaixo a chuva não deu trégua. Cheguei na Piazza della Repubblica e mal pude fotografar. É uma praça bem bonita, cercada de prédios com hotéis, restaurantes.

Nessa praça está localizada a Basílica de Sta Maria degli Angeli e dei Martiri.

Em 1561 Pio IV pediu a Michelangelo que transformasse em Igreja dedicada à Maria Regina degli Angeli e dei Martiri a Terme di Dicleziano que foi construída com o suor e o sangue dos escravos e dos mártires cristãos.

Essas esculturas estão nas portas da Basílica. Um belo trabalho que impressiona.

E a chuva continuava... alguns metros da Piazza della Repubblica fica o Teatro Dell'Opera. Eu estava curioso para conhecer, por motivos óbvios. Antes de viajar consultei a programação, mas não havia nada programado durante a minha estada. Fiquei sabendo que o palco principal da Itália é o Teatro alla Scala de Milão.

Já passava das três da tarde e procurando um restaurante para o almoço encontrei o simpático La Fontana al Viminale da Famiglia Pappacena. Um lugar agradável e com uma comida muito boa.

Este Canelloni de ricota com espinafre chegou fumegando, quentinho, delicioso e derretia na boca. Quando saí do restaurante ainda chovia e já começava a a escurecer. E tinha uma preocupação: já tinha uma camisa para usar no jantar de Natal, mas ainda precisava de uma calça. E lá fui eu para a Zara...

Um comentário:

  1. Olá, Jorge!
    Esse Canelloni abriu o apetite, ainda bem que está na hora do jantar! hehe
    Belas imagens!
    Abraços

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.