quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Um dia em Karlovy Vary

Foi na segunda vez que estive em Praga (Outubro/2007) que consegui visitar Karlovy Vary. Fundada em 1370 pelo Imperador Carlos IV, a simpática cidade fica a mais ou menos 2 horas de Praga e é o destino de diversas celebridades que se refugiam nos diversos spas ou no famoso e chiquérrimo Hotel Pupp. Até que gostei de ter conhecido a cidade na viagem de 2007, pois era outono e combinou bem com as águas quentes que jorravam de suas fontes.
Terminal Rodoviário de Karlovy Vary
Eu fui de ônibus para Karlovy Vary num esquema bem independente. Comprei a passagem na Rodoviária, na véspera, para o horário das 07h45 e o retorno para às 18h45. Assim não teria problemas. A viagem foi tranquila e a paisagem muito bacana. Assim que cheguei procurei um balcão para informações e peguei um mapa para me guiar pela cidade. Não é preciso pegar ônibus ou táxi, pois dá para conhecer tudo a pé. Em poucos minutos já estava no Centro de Karlovy Vary.


O Becherovka é a bebida nacional da República Theca. É um licor com sabor um pouco amargo, porém gostoso. A fábrica fica em Karlovy Vary e há publicidade por toda parte. Tem até um Museu - não visitei, claro. A propósito não visitei nehum museu na cidade. Não sei ao certo, mas parece que tem um de Cristais ou algo assim.



A cidade está cheia de hotéis e  spas com  piscinas de águas termais. Um dos mais famosos é o Hotel Thermal, que possui uma enorme piscina. Pena que  não pude experimentar. Esse Hotel também é famoso por conta do Festival Internacional de Cinema, que acontece todos os anos e já está na sua 46ª edição.

Estava um frio tremendo. Fui vestido no esquema "cebola" - várias camadas: camiseta, camisa, suéter de lã, cachecol e casacão (meu eterno companheiro).

Karlovy Vary é de uma beleza arquitetônica impressionante. Os prédios são do século XIX e estão bem conservados. Vale a pena andar sem rumo e ir descobrindo os lugares.
 

E para variar, a natureza dando aquela ajuda para tornar o belo ainda mais belo. As cores do outono são especiais.

 As Fontes

Existem diversas fontes espalhadas pela cidade. A temperatura das águas varia entre 30 e 75 graus! O gosto é bem particular, mas dizem que faz bem à saúde e trata várias doenças. Como vivo em busca da juventude eterna, provei todas as águas de todas as fontes.

 
 
Para beber as águas medicinais das fontes, o ideal é comprar uma canequinha de louça que é vendida em diversas barraquinhas espalhadas pela cidade. Ela tem um desenho especial com um bico (tipo um canudo).
Cumpri o ritual: comprei a canequinha, lavei, enchi de água e me preparei para beber. Acho que estou bem conservado desde então. A canequinha é um souvenir simpático... está guardada. Qualquer dia vou tirá-la do armário e experimentar alguma bebida nela...rs

Outra grande atração de Karlovy Vary são os seus biscoitos gigantes. A massa é fininha e parece uma hóstia. Tem recheios e sabores diversos. Eu já conhecia, pois havia comprado no Aeroporto em 2006, mas não sabia que eram fabricados em Karlovy Vary. Eles são vendidos individualmente ou em caixas e são prensados na hora. 

Cliquem na foto para ampliar e vocês poderão observar as canequinhas penduradas na janela e a máquina para prensar os biscoitões. Esse vendedor era uma figura. Reparem a satisfação dele ao me oferecer o biscoitão. 


Aí está o famoso Grand Hotel Pupp,  um cinco estrelas super luxuoso com spas, restaurantes e todo o conforto possível para os seus abastados hóspedes, até campo de golf. Tem que ter muita "bala na agulha" para se hospedar aí.  Esse Hotel  ficou muito conhecido por ter sido cenário de um dos filmes de 007 - Casino Royale. E ainda de outro filme estrelado pela atriz Queen Latifa, cujo nome não me recordo. 

Como vocês viram, motivos não faltam para visitar Karlovy Vary. Vale a pena pernoitar ou até passar uns dois dias na cidade fazendo os tratamentos dos spas e passeando pelas suas ruas tranquilas.  Eu pretendo voltar um dia!

11 comentários:

  1. Oi Jorge!
    Foi um lugar que lhe impressionou, heim? Até voltou!
    Quando vejo estes relatos de lugares tão lindos sinto uma certa inquietação no coração, nossa, quanta coisa para conhecer, e dinheiro e tempo para tudo?! Também gosto muito de um passeio de barco, é uma maneira de conhecer a cidade sob outra ótica, é sempre muito bonito! Karlovy Vary é mesmo muito bonita, parece tranquila e que arquitetura! Por aqui este biscoito chamamos de cavaco chinês, é bem gostosinho, existia muito antes, hoje é raro ver. Abs e um bom final de semana!

    ResponderExcluir
  2. Nossa Jorge esse lugar é maravilhoso!!!!!!
    As fotos estão lindas!!!!!!
    Amei!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Valéria
    A República Tcheca merece ser visitada. Aproveitei a segunda visita para conhecer Karlovy Vary. A cidade é ótima e vale muito passar um dia ou mais ali. Esse biscoito é divino, derrete na boca.
    Beijos

    Monica
    Anote na sua lista de lugares do mundo para conhecer.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Jorge,
    não conheço Czech, mas gostei muito de ler sobre sua ida a Karlsbad. Ao menos sabia que a cidade Karlovy Vary era também conhecida como a cidade de Carlos.
    Lendo e apreciando as fotos voltei a minha adolescência. Metida, queria assistir aos filmes nouvelle vague, mesmo que fossem proibidos para minha idade. Ia e depois ainda discutia sobre eles com a propriedade permitida pela idade! Carteira de estudante falsificada e a desculpa aos pais que assim acostumava meu ouvido ao frances. De que adiantava estudar verbo, estudar verbo? Assim foi que o Cine Paissandu entrou em minha vida e foi assim que, dentre muitos outros filmes francese da época, assisti o "L'Anée Derniere a Marienbad" de Alain Resnais. Claro que não entendi nada do filme, mas adorei! O figurino! As paisagens. O cenário do hotel gravado na memória. Karlovy Vary, o Pupp seu relato me fizeram lembrar de tudo isto.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Jorge
    ja anotado, minha ubica preocupação, a lingua...
    o pior é que nem ingles nos falamos, so a filhota...
    bjs

    ResponderExcluir
  6. valeu, Jorge! obrigadissima pelas dicas. mais um motivo p ir la, as fontes... ; )))
    abraco, Mirella

    ResponderExcluir
  7. Lucia
    A República Tcheca é uma agradável surpresa. praga é conhecida como a Paris do leste europeu. Eu acho uma cidade extremamente romântica. E Karlovy Vary é uma pequena joia. Pelo jeito, a cidade sempre foi cenário para os bons filmes. Bom saber que este post te trouxe as boas lembranças.
    Beijos

    Mônica
    Não se preocupe, pois tudo se arranja!
    Beijos

    Mirella
    Espero ter te ajudado. E já torçopelo seu relato aqui no Blog.
    Beijos e bon voyage!

    ResponderExcluir
  8. É mesmo, Jorge! Motivos não faltam para ir até lá. Karlovy Vary É linda!!!
    Lenna

    ResponderExcluir
  9. Lenna
    O que você está esperando?
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Jorge
    Preciso ir a Praga pra beber a água dessas fontes milagrosas,rsrs...

    ResponderExcluir
  11. Suely
    Essas águas são milagrosas mesmo..rs
    Abraços

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.