quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

City Tour para conhecer Lima

Confesso que não é minha praia fazer City Tour. Prefiro pegar um guia, um mapa e ir à luta. Mas quando não se tem muitos dias pela frente o jeito é se render e fazer o programa. Antes de agendar o City Tour com a recepção do Hotel, fiz algumas perguntas sobre a possibilidade de ir sozinho até o Centro. Segundo a recepcionista, não ficava longe, mas ir de ônibus era meio complicado e o ideal seria pegar um táxi. Acontece que os táxis em Lima não possuem taxímetro, vale a negociação com o taxista. A fim de evitar aborrecimentos,  resolvi fazer o City Tour e desembolsar US$ 30. A recepcionista ligou para a agência e informou que às 14h30 passariam no Hotel. Almocei uma parrillada num restaurante chamado Norkys (é uma rede, parece que é do mesmo grupo do Gaston & Astrid). Quinze minutos após o horário previsto chegou uma Van e lá fui eu para o City Tour. Depois de passar em todos os hotéis chegamos em uma praça e de lá passamos para um ônibus e  finalmente começamos o Tour Panorâmico que é dividido nas seguintes etapas:
- Lima Ancestral
- Lima Colonial
- Lima Contemporânea
Com o ônibus parado o guia começa a falar da "Lima ancestral" apontando para o sítio arqueológico "Huaca Pucllana" - lugar dos jogos sagrados. O ônibus parte e aí me dei conta de que teria que voltar outro dia para visitar o local.
Em seguida passamos por El Olivar - um parque cheio de oliveiras - que fica em San Isidro. É uma área nobre, com muitas embaixadas, hotéis de luxo e mansões. Na foto acima um antigo vaso para guarda do azeite. Saímos de San Isidro e passamos por uma área com avenidas largas e seguimos na direção da "Lima Colonial".

 
É quase imposssível andar de ônibus e fotografar... mas fui registrando o que era possível.
A "Lima Colonial" é dedicada ao Centro Histórico, o Paseo de la República, Plaza San Martin, Plaza Mayor, Palacio de Gobierno e o Conjunto Monumental de San Francisco.
Plaza San Martin - nossa primeira parada  e 10 minutos para fotos! Em seguida nos dirigimos para a Plaza Mayor - um conjunto colonial riquíssimo e ecertamente o mais bonito de Lima.
A Praça estava lotada por conta do feriado da quinta-feira santa.  Os fiéis faziam fila - enorme - para entrar na Catedral da cidade, bem como para ver a exposição sobre Machu Pichu no Palácio do Governo.
Descemos e o Guia informou que teríamos 20 minutos. Claro que nos 20 minutos estavam inclusas as explanações que ele faria... Na foto acima a bela Catedral - antigo espaço de um templo inca dedicado ao deus Puma.

Esses prédios amarelos cercam boa parte da praça e chama atenção os balcões de madeira.
Ao lado da Catedral fica este belo prédio que é o Museu de Arte Religiosa.

No meio dessa confusao de pessoas, três integrantes do grupo desapareceram - e que transtorno. Era um casal com uma criança, foram ver as lojas de souvenirs. OO guia esperou além do tempo estipulado e desistiu. Da Plaza Mayor seguimos a pé até o Conjunto Monumental de San Francisco.

No caminho passamos pela Casa da Literatura Peruana
E enfim, a Igreja de San Francisco. Percebemos uma multidão de fiéis que estavam numa fila para entrar na Igreja. Nem tentei entrar, óbvio. Nos dirigimos para o Convento de San Francisco, para visitar parte da coleção de arte religiosa, que dizem ser a maior da América. Porém, o melhor da visita é entrar no museu das  catacumbas.Trata-se das criptas da Igreja , que só foram descobertas em 1951 e guardam as ossadas de mais ou menos 70 mil pessoas. Não recomendo esse passeio para pessoas claustrofóbicas. Chega a espantar a quantidade de ossos. Pena que as fotos são proibidas. Essa visita dura quase 1 hora e todos os detalhes são muito bem explicados.
Imagens de Cristo vendidas por ambulantes nos arredores da Igreja de San Francisco. 10 entre 10 limenhos tinham essa imagem na mão.

Depois da visita ao Convento, o Tour prosseguiu em direção à "Lima Contemporânea" passando por Miraflores, mostrando o Shopping LarcoMar que fica incrustado num barranco a mais de 70 metros de altura e de frente para o mar. Já era noite e preferi descer  no Shopping e dar um giro pelas redondezas.
Como ninguém é de ferro um Pisco Sour e esse milho incrível de pipoca super crocante!
Resumo da ópera: foi bom ter feito o Tour para ter ma ideia da cidade, mas sinceramente, acho dispensável. E vocês entenderão o porquê nos próximos posts.

5 comentários:

  1. Oi Jorge!
    O city tour só mesmo para ter uma idéia, saber onde estão os pontos que nos interessam, mas também como uma opção dispensável, afinal um bom mapa é tudo de importante. De posse de um mapa vou até a lua.rsrsrs
    Abs e um bom final de semana!

    ResponderExcluir
  2. Jorge,
    seu post só fez aumentar minha vontade de visitar o Peru.
    Fiqui sabendo hoje, que a economia peruana é das que mais cresce no mundo. Riqueza na mão de poucos.
    A cultura inca me fascina e adorei as fotos de Lima.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  3. Valéria
    Com o mapa e um bom sitema de transporte , a gente vai longe...

    Adriana
    O Peru está em franco crscimento´. No que diz respeito ao turismo, acho que é mais visitado do que o Braisl. Machu Pichu atrai gente do mundo inteiro.

    Beijos e ótimo final de semana para vocês!

    ResponderExcluir
  4. Olá! Adorei!
    Quero milho também!
    Anônima Cristina CB
    Saudades!

    ResponderExcluir
  5. É, eu tb acho um absurdo esta história de táxi sem taxímetro, em Cancún é assim tb, very annoying.

    As fotos são lindas. Eu não vejo a hora de ir ao Peru. Vi alguns programas do Drinks & Ciudades e adorei a paisagem. As fotos são lindas, Jô, vc já voltou? Quanto tempo ficou ao todo?

    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.