quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Tesoros del antiguo Perú

O papo rolou animado pelo caminho de San Isidro até o bairro de Pueblo Libre onde fica o Museo Larco Herrera. Miguel estava empolgado e enquanto dirigia foi falando sobre tudo o que eu iria ver no Museu, falava com grande conhecimento, aprecia um guia turístico - com tanto conhecimento, talvez seja até melhor que um guia. Depois de 15 minutos chegamos ao Museu. Uma grande mansão de muros brancos e cercada de flores. 

O Museu Rafael Larco Herrera foi fundado por Don Rafael Larco Hoyle em 1926, em homenagem a seu pai e abriga mais de 45000 peças, que estão distribuídas de maneira cronológica em diversas galerias, que mostram um panorama de 3000 anos de desenvolvimento da história do Peru  pré-colombiano.


Com apenas 25 anos de idade, Rafael Larco Hoyle fundou o Museu Larco.Ele é considerado o pai da arqueologia peruana e graças ao seu intenso trabalho de pesquisa, sua cronologia das culturas pré-colombianas é adotada até os dias de hoje pelos arqueólogos.
 
Na primeira sala painéis explicativos com as seis regiões do mundo de onde surgiram as primeiras civilizações e um mapa com a geografia do Peru.


Galeria das Culturas e sala têxtil 

Três salas com objetos rituais em cerâmica, pedra e madeira pertencentes às culturas do antigo Peru em sequências cronológicas e regionais: costa norte, costa central, costa sul e serra do Peru. 
 
El felino antropomorfo Cupisnique - Época formativa (1250 a.C - 1 d. C). Transformação do homem em felino.

Peça da Época Formativa (1250 a. C - 1 d.C)

Ao contemplar essa túnica, muitos ficam admirados apenas com a beleza, mas desconhecem o valor que tiveram os tecidos nas sociedades pré-colombianas. Os tecidos podem ser comparados com o ouro e a prata. Além de cumprir a funçãod e vestimenta, também serviam para difundir ideias religiosas e levar mensagens ao além, ao serem usados para envolver os mortos. Também eram presentes para governantes e serviam para marcar diferenças sociais.

O Real valor do Ouro

O museu tem duas Galerias de Ouro e Jóias com duas salas onde estão expostos os recipientes cerimoniais, os vestidos e adornos dos governantes, coroas e diversos adornos.

O ouro e a prata tão cobiçado pelos colonizadores, para os povos pré-colombianos eram apenas a representação do sol e da lua, de seus descendentes e governantes. Os dois metais eram muito importantes para as culturas andinas, não necessariamente pelo seu valor econômico, mas pela capacidade de simbolizar o poder dos deuses e daqueles que desempenhavam um papel importante na ordem social.
Díficil fazer qualquer relato diante de tanta beleza, cuidado e conservação. É ver, admirar e agradecer a Deus por contemplar e, de certa forma, viver a História.
Dispensei a visita guiada e, preferi, no meu ritmo ir lendo os painéis, observando as peças, as cenas, e assim gastei quase duas horas na primeira parte do Museu..

Sala Erótica

No andar térreo está localizada uma pequena galeria com seleção de objetos arqueológicos com representações sexuais na arte pré-colombiana peruana, fruto de um intenso trabalho de estudos e pesquisa de Don Rafael Harco Hoyle que foi publicado no livro Checán (1966). A primeira vista, os "copos eróticos" podem dar origem a diversas interpretações, além de provocar um certo riso. Porém, essas representações são símbolos da fertilidade e procriação, bem como a união do mundo físico com o mundo espiritual.

Foi um sucesso! -  como diria um amigo. O Museu Larco Herrera merece a visita. Aí onde estou, nesse belo jardim, tem um Restaurante e, claro, uma lojinha. 
Vista parcial da Praça em frente ao Museu, onde está a estátua em homenagem a Don Rafel Larco Hoyle.

E aí está Miguel Sánchez e o seu táxi - nota 10! Miguel fez um excelente trabalho, além de ser muito simpático e conhecedor da cidade onde mora. Um cartão de visitas e tanto. Fica aqui registrado o meu agradecimento.
Saímos de Pueblo Libre e pedi ao Miguel para me deixar próximo ao Shopping Larco Mar, onde iria procurar um restaurante para almoçar...aí mais uma vez Miguel mostrou serviço e indicou um ótimo restaurante, onde tive um encontro surpreendente ...

Um comentário:

  1. Oi Jorge!
    Sensacional este Museu! Adorei!
    O seu plano B indicado por Miguel foi mesmo muito produtivo, rendeu belas imagens e muita história.
    Grande abraço e ótimo fds!

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.