quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Uma festa privilegiada!

1991 - tive uma experiência que despertou a minha paixão pelo teatro: assisti "Um Certo Hamlet" primeira peça da Companhia Os Fodidos Privilegiados, sob a batuta de Antonio Abujamra. Era tudo muito diferente do que poderia esperar, muito além de qualquer expectativa. Saí do Teatro Dulcina encantado com a encenação e o talento das atrizes Cláudia Abreu, Suzana Faini e Vera Holtz. E mais ainda com toda a ousadia daquela companhia. Em 1992 iniciei um curso de interpretação e participei da montagem de "Isso é tudo" de Harold Pinter - éramos pretensiosos - como apresentação de final de curso. Seguiria com os estudos de Teatro em outras escolas, mas os rumos da vida foram outros e não prossegui. Não sei se o Teatro perdeu um bom ator, mas ganhou um fiel espectador e amante dessa arte. Os Fodidoss Privilegiados continuaram com seus maravilhosos espetáculos e eu assisti a maioria deles.
2011 - vinte anos depois - volto ao restaurado Teatro Dulcina palco que abrigou o grupo  durante muitos anos e assisto  "Uma Festa Privilegiada!", espetáculo comemorativo dos 20 anos de sucesso do Grupo. A encenação é uma grande colagem de cenas memoráveis das diversas peças montadas pela companhia como "Um certo Hamlet",; "O Casamento"; "O Auto da Compadecida"; "Tudo no Timing", entre outras, além dos tributos e das homenagens aos atores que trabalharam com a companhia e já partira como Paulo Autran e Luiz Carlos Arutin.
Foi uma volta no túnel do tempo da minha vida. Durante o espetáculo relembrei as peças que vi, os amigos daquela época, as saídas pós teatro...
No palco os atores que sempre participaram dos espetáculos e aqueles que já deixaram a comapnhia mas voltaram para uma participação como Guta Stresser, Juliana Baroni, Rafaela Amado, Sergio Marone, Thelmo Fernandes, só para citar alguns, pois ao todo eram mais de 50 atores. Todos apaixonados pelo Teatro.
A noite do último sábado (27) foi especialíssima, tanto pelo aniversário da Companhai, quanto pela reabertura e restauração do Teatro Dulcina que ficou fechado durante muito tempo e que volta agora para continuar apresentado espetáculos de qualidade para o público carioca. Nós merecemos. Viva Teatro! Vida longa aos Fodidos Privilegiados e ao Teatro Dulcina!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.