quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Dia "D" - Drummond

Se estivesse vivo, Carlos Drummond de Andrade completaria hoje, dia 31 de outubro, 109 anos. E para celebrar o poeta, eterno em nossa memória, 7 cidades brasileiras vão festejar Drummond com vários eventos. E a partir desse ano fica instituído o dia D de Drummond, sempre na data de aniversário do poeta. E já que o dia é de festa, separei dois poemas para celebrar Drummond!


 Poema de sete faces
Quando nasci, um anjo torto
desses que vivem na sombra
disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida.
As casas espiam os homens
que correm atrás de mulheres.
A tarde talvez fosse azul,
não houvesse tantos desejos.
O bonde passa cheio de pernas:
pernas brancas pretas amarelas.
Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração.
Porém meus olhos
não perguntam nada.
O homem atrás do bigode
é sério, simples e forte.
Quase não conversa.
Tem poucos, raros amigos
o homem atrás dos óculos e do bigode.
Meu Deus, por que me abandonaste
se sabias que eu não era Deus,
se sabias que eu era fraco.
Mundo mundo vasto mundo
se eu me chamasse Raimundo
seria uma rima, não seria uma solução.
Mundo mundo vasto mundo,
mais vasto é meu coração.
Eu não devia te dizer
mas essa lua
mas esse conhaque
botam a gente comovido como o diabo.


Memória
Amar o perdido
deixa confundido
este coração.
Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.
As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão
Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

domingo, 30 de outubro de 2011

Tempo, tempo, tempo... e outras histórias

Dizem que o "tempo é o senhor da razão", que "tempo é dinheiro", que o "tempo é o relógio de tudo" e Cazuza escreveu que o "tempo não pára, não pára não...". Em alguns momentos gostaria que o tempo parasse e que eu pudesse voltar atrás para corrigir algumas falhas, dormir um pouco mais, aproveitar melhor um final de semana, enfim...mas isso é impossível. O túnel do tempo não existe e o jeito é correr contra o tempo. E por que estou falando sobre o tempo? É simples. Para manter um blog atualizado é necessário tempo e muita dedicação e ando falhando nos últimos meses. Os posts estão escassos, com grandes intervalos e isso não é bom. Claro que às vezes rola uma crise de criatividade. Não sei o que escrever, de qual assunto tratar...tenho muitos e nenhum ao mesmo tempo. Este post é um relato "mea culpa", ando desligado, deixando o tempo passar e assim o blog ficou um pouco de lado. Mas quero retomar a blogar com mais frequência. Conto com a compreensão dos queridos leitores fiéis que entram aqui em busca de alguma novidade, mas encontram o post de duas semanas atrás. Espero surpeendê-los a cada dia...ou não, porém, espero te-los sempre por perto.

§§§§§§§§§§§§§§

E como hoje é domingo, dia de descanso... vou aproveitar para por a mão na massa e preparar novos posts. Há muito quero falar do Museu Clunny de Paris, meu preferido. Já separei as fotos e em breve ele vai ser publicado. Aguardem.

§§§§§§§§§

Nesse período ausente do meu blog iniciei a leitura de

Este livro escrito por Christian Jacq é um estudo de pesquisa sobre Catedrais e a mensagem que os construtores deixaram gravadas nas pedras através de figuras e símbolos. Achei esse livro aqui em casa, casualmente. Depois de já ter visitado algumas catedrais, acho que vai ser bom entender melhor essa mensagem oculta que atravessa os séculos. Quem sabe, numa próxima viagem eu não passe da contemplação para o entendimento. 

§§§§§§§§§§

E continuo minha luta para iniciar a leitura deste outro livro que comprei na viagem de 2009. Confesso que já comecei, mas achei o início meio cansativo, parei. Retornei e já parei outras vezes, avançando e recuando. E depois de tanto tempo, quase 2 anos, chega a notícia que Chanel era  uma espiã nazista.


Este livro serviu de inspiração para o filme "Coco, antes de Chanel" que foi estrelado por Audrey Tatou.

§§§§§§§§§§§§

E já que falei em livros e descobrimos que Chanel foi espiã de Hitler, não poderia deixar de citar "triângulo Rosa", livro que li em apenas 2 dias.


Há alguns meses, saiu a matéria no Caderno Ela, do jornal "O Globo" sobre este livro que narra os momentos vividos por Rudolf Brazda, homossexual, nos campos de concentração nazista. Uma história triste e comovente. O tema não é novo e tantos livros e filmes já mostraram os horrores vividos nos campos de concentração. A diferença é que Rudolf Brazda ainda está vivo, mora em Strasbourg (França) e deu seu depoimento ao escritor Jean Luc Schwab que fez um belo trabalho de pesquisa consultando os arquivos daquela época. Quem quiser ler, só pedir.

§§§§§§§§§§

Assisti ao ótimo filme argentino "Um conto Chinês" com Ricardo Darín brilhando, como sempre.


Há muito não assistia um filme tão simples e tão verdadeiro para tratar de temas comuns como amor, amizade e solidão. Um roteiro muito bom em cima de uma história surreal.

§§§§§§§§§§§§§§§

E para finalizar, o CD que não para de tocar aqui em casa:


Este belo encontro aconteceu em 1963. Vinícius de Moraes, o poeta e a atriz, Odete Lara, gravaram 12 canções, resultado da parceria entre Vinícius e o novato Baden Powell. Originalmente lançado pela gravadora Elenco, foi remasterizado pela Universal. Um clássico obrigatório para quem gosta de boa música.

sábado, 15 de outubro de 2011

Ensaio sobre a beleza


Para dar início ao Momento Itália-Brasil - festa que celebra a amizade entre os dois países - vai ser apresentado hoje na Cinelândia o evento  "Ensaio sobre a Beleza". Trata-se de um espetáculo que mistura Teatro, Dança, Acrobacia, Música e Projeções. Durante mais ou menos 01h30 o público vai se encantar com a história de um imigrante italiano que conta para sua neta o porquê de sua paixão pelo Teatro e o amor que tem pelo Brasil, suas lembranças da Itália e a paixão pelo Rio de Janeiro.


Ontem à noite fui conferir o ensaio geral e saí de lá impressionado com a qualidade dos artistas e encantado com as projeções das imagens nas fachadas do Palácio Pedro Ernesto (Câmara Municipal) e do Theatro Municipal.


São mais de 150 artistas envolvidos entre acrobatas, atores, bailarinos e diversos técnicos comandos pelo italiano de Bolonha, Valério Festi, dono de uma produtora que já realizou grandes eventos como a abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em Turim (2006) e que adora estar à frente desses espetáculos grandiosos ao ar livre e com entrada franca.


Um dos momentos mais bonitos é a "Dança das horas" com bela projeção de imagens de relógios que dançam sobre a fachada do Palácio Pedro Ernesto. 


É tudo tão emocionante neste espetáculo que o público certamente vai ficar com torcicolo, pois a cada momento será surpreendido com os bailarinos flutuando no ar. Eles estão suspensos por fios invisíveis e voarão sobre a plateia.
 

Essa caravela fez a alegria do público, principalmente quando um bailarino representando Américo Vespúcio sai voando de um ponto da Praça e entra na embarcação e faz aquela pose de desbravador dos sete mares...


Abaixo vocês poderão conferir um pouco mais da festa assistindo o vídeo (muito curto) que consegui fazer.
"Ensaio sobre a beleza" começa às 20h30 na Cinelândia - o mais carioca dos cenários da cidade.

video

Esse megaevento é apenas o início de uma grande festa com exposições, peças de teatro, espetáculos de dança e música, concertos e mostra de cinema. O Momento Itália-Brasil vai até Junho de 2012 e os eventos acontecerão no Rio, São Paulo, Porto Alegre, Salvador, Brasília e Belo Horizonte. Fiquem ligados, pois "Acabou o caviar?" vai acompanhar e divulgar.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Maman pelo mundo - 2



Sônia Pinheiro fotografada pela amiga Zilma Cançado

Acabo de receber mais uma foto da escultura "Maman" de Louise Bourgeois.  Zilma Cançado e Sônia Pinheiro - amigas de malhação - visitaram Buenos Aires em Maio deste ano. No tradicional passeio ao Caminito no bairro boêmio de la Boca,  encontram a Aranha monumental que passeava pela capital portenha.  
Como já falei em outros posts, Louise Bourgeois fez sete cópias da sua famosa escultura que estão espalhadas por diversas cidades. Agradeço a colaboração da Zilma e continuo aguardando outras fotos da Aranha pelo mundo. Se você tiver uma não hesite em enviar.