quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Arrivederci Roma

Deixei o Flamínio e voltei ao Hotel para descansar um pouco. Raramente faço isso. Mas,  essa parada no meio da tarde caiu muito bem. Dormi, tomei um banho e saí novinho em folha, sem destino. Cheguei à Piazza del Popolo e decidi caminhar às margens do rio Tevere.  Do ponto em que estava na Piazza del Popolo, poderia ter seguido a Via di Ripetta, mas preferi atravessar a Porta del Popolo e seguir pelo outro lado. É muito bom fazer caminhos diferentes.


O curioso é que em 2010 eu via as pessoas caminhando na direção da porta e em momento algum eu fui conferir o que se passava do outro lado. 
A tarde estava bonita, o sol fraco, um vento quase gelado e fui caminhando lentamente para arquivar na memória aqueles momentos. 

 
Quando cheguei no ponto onde fica o Palazzo de Giustizia, atravessei a ponte e segui em direção ao Castel Sant'Angelo.


Uma das melhores coisas que se tem é passear pela ponte em frente ao Castelo e ficar admirando os anjos de Bernini. Apesar de estar claro, já passava das 18hs. Os anjos parecem flutuar sobre a ponte. Só vendo ao vivo para ter essa ideia.

Atravessei para o outro lado, desci para andar mais perto do rio e quando subi e  retornei à Ponte, vejam só quem eu encontrei:

Ela mesmo! Ilze Scamparini, repórter da Rede Globo, radicada em Roma há um bom tempo. Estava gravando uma matéria para o Jornal Nacional. É óbvio que eu não ia perder a oportunidade de falar com a jornalista. Ilze repetia diversas vezes o texto. É curioso os bastidores da televisão, no ar essa matéria não dura 2 minutos, mas até ficar tudo pronto leva tempo. A cada momento Ilze parava e recomeçava. Eu estava do outro lado observando tudo. As pessoas passavam e olhavam. Alguns turistas fotografavam e outros paravam próximo, tipo papagaio de pirata. Assim que tudo terminou me aproximei e me apresentei. Ilze foi super receptiva e me apresentou a sua equipe: a moça da foto (que é produtora e  cujo nome não lembro) e Maurizio della Constanza, o câmera. 

Por esse encontro eu, realmente, não esperava. Aprecio muito o trabalho da Ilze e a considero uma excelente profissional. E foi prazeroso poder elogiar o seu trabalho pessoalmente.


Fiquei um pouco mais pelo Castel Sant'Angelo - este é o cenário da cena final da ópera Tosca de Puccini (sempre ele no meu caminho). E como vocês podem observar o tempo mudou, as nuvens tomaram conta do céu e começou a ficar mais frio.

 Uma imagem vale mais que mil palavras...

Foi um dia extremamente agradável. A bateria da cãmera caiu de novo. Não lamentei, não precisava fotografar mais nada. Também não dá para registrar tudo o que passamos numa viagem. Até gostaria de ter feito uma  foto no Cafè Noir (Via di Ripetta, 256), local muito simpático, onde parei para tomar um Capuccino e atualizar o meu Diário de Viagem. Porém, está tudo registrado na mente. Lembro como se fosse agora da senhora americana que estava sentada na mesa atrás de mim, lia um livro e estava acompanhada com uma taça de vinho. Éramos os únicos naquele Café.  Retornei ao Hotel e depois saí para jantar, já eram quase 22 hs. Fui jantar mais uma vez  na Trattoria da Ugo al Gran Sasso (Via di Ripetta, 32) e jantei cordeiro com batatas, acompanhando uma taça de vinho e o Tiramissu de sempre, como sobremesa. O restaurante estava vazio, o que permitiu trocar umas palavras com o proprietário. Disse que estava retornando porque havia gostado. Ele sorriu e gentilmente me ofereceu um Limoncelo e disse que eu seria sempre bem-vindo ali. Bom, né? A noite estava fria, mas decidi  caminhar um pouco e desci a Via di Ripetta até a Ponte Cavour, quando avistei o Castel Sant'Angelo iluminado, disse: "Arrivederci Roma!"


No dia seguinte, acordei cedo para ajeitar as malas e logo que terminei o café fui dar minha última volta em Roma. Às 11hs deveria deixar o quarto e o meu trem para Firenze estava marcado para às 12h25. E para "variar": Piazza del Popolo. Acho essa Praça espetacular, principalmente por conta dessas duas igrejas gêmeas.

A Porta del Popolo na parte de dentro da Praça. Segui pela Via di Ripetta e fui andando sem rumo certo. Deixei a cidade me levar.


Não sei exatamente em que ponto estava e entrei na Via Antonio Canova, logo avistei esse prédio com partes de esculturas nas paredes. Fiquei observando as peças e li numa das placas que o edifício havia sido o estúdio do artista. E, nada mais correto e justo, que aquela rua se chamasse Antonio Canova!

E é dessa maneira que vamos descobrindo as coisas quando viajamos: caminhando.

Voltei ao Hotel Centrale, fechei a conta, bati um longo papo com Gian Pietro (o recepcionista que fala francês),  e fiquei aguardando o táxi - metrô de novo, nem pensar!

 Cheguei na estação com tempo e fiquei esperando o ...

... Frecciarossa que me levaria para Firenze

Confortável na minha poltrona e aguardando as emoções da Toscana...

16 comentários:

  1. Que bacana,Fortunato!
    As imagens quase dispensam comentários.
    Adoro, repito, este teu jeito de nós colocar as belezas da Europa.

    beijos, tua amiga gaúcha

    Maria Marçal - Porto Alegre - RS

    ResponderExcluir
  2. Jorge!
    mais um post incrível!
    Só vc mesmo...
    E eu que imaginava qu a ilse Scanparine fosse altíssima!
    Não sei de onde tirei a idéia...
    Belíssimo último dia em Roma!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Jorge, para Roma um até breve. Brevíssimo.
    Acompanhar voce pelas ruas de Roma tem sido um grande prazer. Ate cenário de Opera a gente ganha de presente.
    Ilze Scamparini começou sua trajetória na Tv Campinas. Lembro-me bem desse começo. Que bom que ela te recebeu e foi simpática.
    Sua casa: Piazza Del Popolo e via Ripetta.
    Agora aguardaremos as emoçoes da Toscana.
    Abs
    Eymard.

    ResponderExcluir
  4. Jorge....não quero que saia de Roma!

    Mas... pensando bem, Florença nos espera!

    Também gosto muito da Ilze, continua muito bonita!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Complimenti, Jorge!
    Texto perfeito e fotos incríveis. Vc deveria receber uma comissão do Ministério do Turismo italiano. Deixa todos com vontade de ir logo pra lá! hehehe

    Agora vamos ver se Firenze 'bateu' aquele sorvete romano do post anterior! hahaha

    Abração

    ResponderExcluir
  6. Na próxima, ela estará pedindo o seu autógrafo!

    ResponderExcluir
  7. Olá Jorge

    Conheci seu blog através da Milena e adorei o seu. Já estou te seguindo. Vou aguardar a sua visita e ficarei feliz se me seguir também.
    Partirei na próxima semana para os Estados Unidos e gostaria que vc acompanhasse a minha viagem de 6 mêses por terras americanas. Vou mostrar tudo de interessante que encontar por lá e claro as comprinhas também.

    BJ0000000000...................
    www.amigadamoda1.com

    ResponderExcluir
  8. Nossa, quanto tempo não venho aqui, e peguei o artista em plena ação, rs...

    (A Ilze Scamparini é muito gata)

    ResponderExcluir
  9. Maria
    É bom que assim vc viaja comigo!
    Beijos

    Beth
    é que pela televisão todo mundo fica bem maior... apesar de que a Ilze é alta para a´média nacional.
    Beijos

    Eymard
    Vc sacou muito bem. A Via di Ripetta foi a minha descoberta e o meu pouso certo. Cheia de trattorias e bons cafès.
    Abraços

    Adriana
    Nem eu queria sair de Roma. Aliás, passaria muito bem mais dias lá. Roma tem sido uma segunda Paris para mim, mas ainda tenho muito para descobrir.
    Beijos

    Rodrigo
    Adorei a sugestão. Vc como cidadão italiano deve começar a por essa ideia em prática....rs
    Abraços

    Tania
    Será que vou estar assim????
    Beijos

    Kinha
    Seja bem-vinda! Uau 6 meses viajando é perfeito! Vou acompanhar sim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Enaldo
    Vc andava sumido mesmo. Esse encontro foi muito bacana e a Ilze é uma simpatia.
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Jorge, adorei, vou ficar com saudade de suas andanças por Roma...Amo essa ponte...ficamos horas ali, num FRIO danado, mas nem ai...bjs

    ResponderExcluir
  12. Monica
    eu tb gosto muito dessa área. Por isso que quis fazer o passeio ali.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Jorge, que encontro bacana esse com a Ilze, e a foto ficou perfeita! O roteiro excelente. Aquelas arvores per lungotevere estão lindas. Saudades de Roma!
    abs, Madá

    ResponderExcluir
  14. Madá
    Fui fisgado por Roma e nem queria sair de lá...rs E naquela tarde tudo aconteceu de forma bacana, o passeio em si, o encontro inesperado com a Ilze. E aquelas árvores debruçadas sobre o Tevere...revendo dá muita saudade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Jorge,Maravilha!!!Roma tem tantas coisas para ver que não fiz esse trajeto. Mas estou indo em 7/07 e vou fazê-lo todinho!!!
    Abr.
    Lenna

    ResponderExcluir
  16. Jorge
    Ano passado em Lisboa, encontrei com o Lima Duarte no castelo de São Jorge, seu xará, foi muito simpático e fez questão de tirar fotos com a gente.

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.