quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

domingo, 17 de junho de 2012

Veneza por Lucia Carneiro

Escrever um blog é um prazer muito grande. "Acabou o caviar?" agrega muitos assuntos e, atualmente, a minha viagem de férias tem dominado os posts. Essa viagem tem contagiado os leitores, muitos estão viajando dentro dessa viagem, como é o caso de Lucia Carneiro, amiga querida que conheci através do Blog Conexão Paris. Lucia tem aproveitado muito as postagens e faz comentários inspiradores e cheios de referências. Um dos últimos comentários dessa leitora foi no post "Veneza, uma paixão".  Eu gostei tanto desse comentário que pedi autorização à Lucia para poder públicá-lo aqui como um post, a fim de compartilhar com todos os leitores do Blog.  Espero que vocês, como eu, apreciem.



Veneza para mim é assim como uma miragem de esplendor mágico.
De dia, à noite, com chuva com sol, na neblina ou sob a neve, que é rara mas acontece. Descobre- se Veneza a pé e ao acaso no labirinto de seus sestieri.
Campi campielli, calli, calli longa calli large, salizada, rii, fondamenti, sotoporthegi, interstizo. Nos sotoporteghi muitas vezes passa-se agachado e aprendi que interstizio é um beco que pode ser pouco mais largo que meio metro.
 



Veneza fascina!
É como transpor a ordem do universo, sonhar acordado.
Belisque-se e deixe- se levar numa viagem de dimensão diferente onde sons, cores, aromas e sabores indicam o caminho.
Pense e observe através dos sentidos.
No vazio do silencio da noite perceba o bater de passos firmes no calçamento incerto das ruas. Ouça o silvo dos apitos de carabinieri que em dupla protegem o descanso da cidade. O som das águas que balançam as gôndolas e batem continuo e ritmado na mureta do casario. Ao longe notas da Serenata Rimpianto na voz de tenor de um gondoleiro tardio " ...come un sogno d'or scolpito è nel core...il ricordo ancor...di quel amoré che non esiste piu..." o lamento desliza até a janela aberta de meu quarto de hotel. Seguem-se os mugidos dos grandes navios que entram ao porto na neblina serrada. Amanhece e eu acordo para Veneza com o cantar dos sinos de Campanille na Piazza. Meu relato não é sonho!
Jorge! A culpa é sua e Veneza faz isto!
Pertinho do hotel atravessava-se para o Dorsoduro usando-se o tragheto o meio mais delicioso de andar de gôndola! Santa Maria del Giglio. Se sua alma for mesmo veneta você vai fazer a travessia em pé como fazem os de casa...e eu já fazia. É parte da aventura!
Desta vez foi o Hotel Barbarigo mas sempre fiquei mesmo por ali nos arredores de Calle Larga XXII de Marzo.
Deixa explicar melhor...são só 4 pontes sobre o Canal Grande e 7 pontos de tragheto que fazem a travessia por um "palanca" que hoje corresponde a uma moeda de 0.50€.
Acho que preciso reviver Veneza urgente!

 Lucia Carneiro

9 comentários:

  1. Jorge e Lucia

    A poesia de Veneza, atravessou o atlantico e chegou ate aqui atraves das palavras da Lucia...bjs

    ResponderExcluir
  2. Adorei a parceria!
    Lindo texto Lucia. Urgência de Veneza!

    ResponderExcluir
  3. Viajando duplamente. Através das tuas fotos, Jorge e magicamente com o texto da Lucia!!! Só gostaria de saber em que época a Lucia esteve por lá ... Anda tão lotada de turistas que fico assustada. Bravo aos dois...

    ResponderExcluir
  4. Lucia
    Como sempre, muito bom o seu texto...
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Jorge!

    Honrada com sua atenção e carinho!
    É verdade, peguei carona em sua deliciosa viagem pela Itália.
    Seus ricos textos me transportaram para lugares, situações vividas e sentimentos inesquecíveis. Fazer o que?
    Pretendo continuar seguindo seus passos e sua descobertas.
    Veneza, "A Perola do Adriático", é mesmo arrebatadora e viciante.
    Impactada por sua beleza, curiosa de sua história e cultura, fascinada pelos temperos e ingredientes de sua cozinha, deixei a cidade em minha "mais recente" visita e fiz planos para um breve regresso. Uma estadia de um mês que me permitiria um curso sobre tecido, sedas, veludos, pinturas tinturas e técnicas diversas em estilo Fortuny. Ainda em viagem escolhi o local da próxima hospedagem e sonhei. Projetei. Acontecimentos inerentes à minha vontade não me permitiram implementar minha idéia. O destino pregou-me uma peça e escolhas me fizeram seguir um outro caminho.
    Com "Veneza - Uma Paixão" senti reavivar estes desejos. Sejam outros os motivos, Veneza é motivo mais que suficiente!
    Obrigada, Jorge!

    ResponderExcluir
  6. Oi Jorge!
    Que post encantador! Um olhar apaixonado e apaixonante.Uma verdadeira viagem!
    Abração!

    ResponderExcluir
  7. Daqui a poucas horas rumo a Veneza, depois de tantos anos a sonhar com este momento, espero trazer nos olhos e no coração algo tão bonito como as palavras da Lúcia.
    Jorge, espero encontrar mais da sua viagem quando regressar. Até lá :)

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Faça uma ótima viagem e explore Veneza com o coração aberto!
      Um grande abraço!

      Excluir
  8. Todos
    Agradeço mais uma vez à Lúcia pelo belo texto e a vocês pela colaboração com os ótimos comentários.
    Abraços

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.