quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Surpresas na volta para Veneza

 
O passeio por Verona foi intenso e maravilhoso, como vocês viram nos posts. Porém, nada, absolutamente nada foi mais emocionante do que a minha volta para Veneza. Neste post não teremos muitas fotos, até porque as baterias descarregaram e não havia como registrar mais nada. Mas os momentos vividos estarão para sempre registrados na minha mente.
Antes de viajar havia comprado todos os bilhetes de trem para fazer os passeios. Comprar om antecedência garante sempre bons descontos. A minha ida para Verona foi de trem rápido - o frecciarossa. E a volta estava programada para um trem regional. Sabia que iria levar um pouco mais de tempo para chegar em Veneza, mas não iria chegar tão tarde. Saí do centro histórico de Verona e cheguei com 40 minutos de antecedência na estação Porta Nuova. Enquanto aguardava o trem fui atualizado o meu diário. O movimento estava bem fraco, poucos passageiros. A todo instante um aviso de um trem que havia sido suspenso, mas não dei muita importância. Até que chegou o anúncio do meu trem. Eu nem acreditei, como assim "suspenso", como iria voltar??? Imediatamente saí da plataforma e fui buscar informações. Bem vindo à Itália! Aí entendi o porquê de não comprar bilhetes para trens regionais. Surpresas acontecem, ora atrasam, ora ficam parados e, naquele belo domingo era a greve dos maquinistas! que belo dia para uma greve.  solução era comprar passagem para um trem rápido da Euro Rail - bilhetes mais caros. Não havia bilheteria aberta, mas poderia comprar a passagem nas máquinas. Reembolso? Pela internet, onde havia comprado. Por um instante pensei: "E se não estivesse com cartão de crédito ou dinheiro suficiente?". Comprar o bilhete nem foi complicado, as máquinas aceitam cartões e dinheiro e dão troco, até os centavos. A "ótima" notícia era que o trem direto para Veneza (Santa Lucia) iria demorar 4 horas, mas eu poderia pegar um até Mestre que iria sair em 20 minutos e de lá, iria para Veneza. e lá fui eu. Comprei o bilhete e peguei o trem. Curioso é que até Mestre onde eu desci não passou nenhum fiscal. cheguei a pensar: "ah se tivesse entrado na cara de pau...", mas logo desviei esse pensamento, viajar sem bilhete dá muito mais dor de cabeça, paga-se multa etc. E era bobagem fazer isso e arranjar confusão.
Em Mestre quando cheguei estava um caos. Muita gente sem saber o que fazer com a greve dos trens e muitos taxistas oferecendo seus serviços. Teve um que ficou me perseguindo: Venezia, Venezia. Disse meia dúzia de palavras impublicáveis em bom português e o sujeito me deixou em paz. Ele queria cobrar uma fortuna para me levar até Veneza. Não é privilégio dos brasileiros, tem gente esperta em todo mundo querendo ganhar uma grana. Consegui informação no bar da estação sobre o ônibus para Veneza e que o ticket poderia ser comprado no próprio ônibus. que dia! Quando me dirigia para o ponto ouvi uma voz quase suplicando: "Please..."  Era uma sul-coreana, perdida da silva. queria saber como iria para Veneza. Com a greve só conseguiu chegar até Mestre, ela estava em Pádua. Eu disse que também havia passado pelo mesmo problema, mas que havia um ônibus direto para Veneza e que poderíamos comprar o ticket com o motorista.  Por fim, o ônibus chegou e quase trinta minutos depois descíamos no terminal de ônibus Piazzale Roma. Pedi informações com uma senhora  italiana que disse que poderia ir a pé dali até a Estação Santa Lucia, menos de 10 minutos. Ao me ver conversando com a senhora, a sul-coreana achou o máximo e me elogiou dizendo "você fala italiano muito bem". Eu ri, claro, mas meu "italiano passione" foi muito útil. E logo chegava à Estação Santa Lucia, a poucos metros do meu hotel. A sul-coreana ficou mega agradecida, me deu um abraço forte e disse: "Thank You very much. You were my hero!" E aí eu entendi a minha missão naquele dia... e isso não tem preço.
 
Ah sim, antes de chegar ao hotel passei numa pizzaria e comprei essa maravilhosa pizza da foto e a devorei inteirinha.

2 comentários:

  1. Ufa!! Mas até que tudo terminou bem!! Da próxima vez, vá até Padova , uma das mais lindas cidades que já conheci . Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana
      Deveria ter ido mesmo, era super perto. Do lado. Mas programei ir à Vicenza, mas desisti. Deixando para a próxima vez.
      Beijos. Bom te ver aqui de novo!

      Excluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.