quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Feliz Ano Novo

Queridos amigos, companheiros e leitores do Blog,
Um pouco de poesia para a passagem de ano e os meus melhores votos de felicidades e realizações para 2014!
Um grande abraço e obrigado por acompanharem "Acabou o Caviar?". Sei que este ano deixei muitas falhas e a produção de posts não foi a esperada, porém no ano que vem tudo vai ser diferente. Aguardem e mais uma vez, Feliz Ano Novo!!!!!
Receita de Ano Novo


Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
(mal vivido ou talvez sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?).
Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.
 
Carlos Drummond de Andrade

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

E 2013 foi assim...

E chegamos ao fim de mais um ano. Nesse momento começamos a fazer um balanço, analisamos os ganhos, as perdas e esperamos o resultado. Positivo ou Negativo? Ou nem um, nem outro?
O fato é que já ter chegado aqui e estar contando isso num post, só pode ser Positivo.
Entre altos e baixos 2013 foi um ano bom!
Para ilustrar este post escolhi algumas  fotos que traduzem os meus melhores momentos. Foram viagens inesquecíveis e encontros incríveis. Emoções únicas!

 Fevereiro
Carnaval no Chile Viña del Mar

Maio/Junho
Feriado de Corpus Christi - visita à Montevidéu
Julho 
Do virtual para o real: Encontro com Maria Marçal em Gramado. Um ótimo momento deste ano. Amizade que ficou ainda mais fortalecida.

Setembro
12 anos depois voltei ao Rock in Rio para assistir ao mega show do "The boss" Bruce Springsteen

Outubro
Mais um ótimo momento: conhecer ao vivo e a cores Adriana Pessoa, amiga mineira que é a delicadeza em Pessoa.

Espero contar com todos vocês no ano que vem chegando para poder compartilhar um pouco desses momentos.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Feliz Natal

 
 
Desejo a todos os leitores e amigos do Blog uma ótima noite de Natal!
 Que seja uma bela noite para reflexão sobre a importância dessa comemoração!
Feliz Natal e tudo de melhor para todos nós!!

domingo, 1 de dezembro de 2013

Professoras em cena

Na semana passada vivi uma ótima experiência assistindo  duas peças nos palcos do Rio de Janeiro. Sem prestar atenção, escolhi espetáculos que tinham como protagonistas uma professora.
 
 
A primeira peça assisti na segunda-feira, dia 25 no Centro Cultural Banco do Brasil. Li pouco sobre o espetáculo Prof! Profa! estrelado por Jandira Martini. Confesso que fui para conferir a atuação dessa grande dama do Teatro. Este é o primeiro monólogo da atriz. E foi maravilhoso. Jandira interpreta uma professora de Literatura. A peça discute o papel dos sistemas de ensino em um mundo que se pauta cada vez mais por processos interativos e participativos.
O texto é do belga, Jean-Pierre Dopagne e Jandira foi dirigida por Celso Nunes, num cenário simples composto apenas de mesa e uma cadeira. E nem precisava mais, pois a atriz enche o palco e prende o espectador durante os 60 minutos de duração do espetáculo. Um prazer a atuação dessa atriz, apresentando uma história não muito diferente das mutias que ouvimos e temos notícias nos últimos anos. Um desfecho surpreendente.
*****

O segundo espetáculo que assisti foi "Querida Helena Serguêievna", texto de Ludmila Razumovskaia, com direção de Isaac Bernat e está em cartaz no Centro Cultural da Justiça Federal.
A professora Helena Sergueiêvna,no dia do seu aniversário, tem a surpresa de receber seus alunos para a comemoração. A surpresa maior não é a visita, é o verdadeiro propósito da vinda dos alunos. E a surpresa ainda maior é a transformação de todos a partir desta experiência.
Quando li a sinopse, fiquei extremamente curioso e valeu a  pena ter ido conferir este espetáculo e conhecer o trabalho da atriz Helena Varvaki que interpreta a protagonista. Um trabalho muito delicado e bem realizado. Além de Helena estão no elecno, Fábio Cardoso, Gabriel Vaz, João Pedro Zoppa e Marina Provenzzano. "Querida Helena Sergueiêvna" foi uma surpresa e um agradável momento.
*****
 
Anote:
Prof! Profa!
Onde: Centro Cultural Banco  do Brasil
Quando: Qua a Dom, às 19hs
Quanto: R$ 10

"Querida Helena Sergueiêvna"
Onde: Centro Cultural da Justiça Federal
Quando: Qua a Sab., às 19hs
Quanto: R$ 30

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Um domingo em Belô! Amei!

Dizem que a felicidade reside em pequenos momentos da vida. E mais uma vez pude viver isso, num domingo de sol na capital mineira, ao lado da minha amiga Adriana Pessoa. 
Começamos nosso passeio no alto, aliás eu tive a impressão de sempre estar no alto, tantas as ladeiras de Belo Horizonte e suas montanhas.
Gostei muito dessa "Praça do Papa", um lugar amplo com vista total para a cidade.
Adriana Pessoa - melhor anfitriã impossível! Depois de quase 4 anos de convivência virtual, nosso encontro REAL foi um sucesso!
 

A programação do domingo foi um almoço no tradicional Restaurante Xapuri, que oferece o melhor da cozinha mineira.
Amplos salões num ambiente rústico e acolhedor
Dessa cozinha saem muitas delícias preparadas num fogão à lenha
A grande surpresa desse almoço foi contar com a presença da Cristiane Pereira - amiga virtual que faz parte do nosso grupo numa rede social - que conheci há menos de um ano, acredito. Parecíamos velhos conhecidos e a prosa correu solta.

Para começar os trabalhos, caipirinhas, linguiça mineiríssima, pastel de angú e bolinho de aipim com muçarela.
Depois de muita prosa, chegou nosso almoço: um lombinho com batatas, arroz, couve, tutu, torresmos...huummmmmm tudo, realmente, delicioso.
O ambiente no Xapuri é muito agradável e a sensação é de estar numa fazenda ou na casa de amigos.
Para animar o almoço músicos cantadores passam alegrando os clientes. Basta fazer um pedido e eles tocam sua música preferida. Como estava no clima, pedi "Sua Majestade o Sabiá..."
Hora da sobremesa, hora da tentação.... estavam todos muito gostosos. Na saída, passei na lojinha do Restaurante e comprei doce de Sidra e  cocada mole.
Saímos do Xapuri querendo uma rede para descansar, na falta fomos passear pela Pampulha e apreciar a famosa obra de Niemeyer, a Igreja de São Francisco de Assis, com o belíssimo painel de Portinari.
 
Um final de tarde fantástico na companhia dessas duas queridas amigas mineiras. Adriana e  Cristiane vocês foram demais! E vale registrar um agradecimento pela  geleia de jabuticaba  que a Cristiane trouxe de presente. Uma delícia preparada por sua mãe! O potinho está quase no fim....rs
 
E fechamos nosso dia na Praça da Liberdade.
O prédio amarelo é o recém-inaugurado Centro Cultural Banco do Brasil. Entramos para conhecer e gostamos muito das instalações. Terei que voltar à BH para conhecer os diversos museus que circundam a Praça, pois um final de semana foi pouco...
Ao fundo o Palácio do Governo na Praça da Liberdade. 

Adriana e seu marido, Márcio - casal nota 1000! Fui recebido com muito carinho por eles e nem sei como agradecer pela receptividade e gentileza. Foi um final de semana perfeito, com bom papo, ótimos passeios e,  o principal, o fortalecimento de uma amizade que começou nos teclados da vida e tornou-se real e promissora. Um grande abraço  e até a próxima!

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Inhotim, além de todas as expectativas

Na estrada indo para Brumadinho
No último final de semana (25 a 27/10), fui a Belo Horizonte para conhecer uma querida amiga que fiz nesse mundo virtual, Adriana Pessoa. Nos conhecemos através da troca de comentários no Blog  Conexão Paris - olha ele aí de novo - e aos poucos fomos estreitando nossa amizade através da nossa paixão por viagens e, sobretudo, Paris. 
Há algum tempo estava planejando conhecer Adriana, mas as agendas não batiam. Até que este dia chegou. E para celebrar esse encontro, Adriana me convidou para visitar Inhotim - o maior centro de arte contemporânea da América do Sul.


A estrada para Inhotim é um capítulo à parte, com pequenas fazendas pelo caminho. Adriana adora fotografar. Por isso, paramos algumas vezes para registrar a beleza do lugar e fazer algumas fotos.

Depois de algum tempo chegamos a Inhotim e desde o primeiro instante fiquei encantado.

Inhotim é a reunião perfeita de Arte e Natureza, tudo muito bem integrado. São obras de artistas como Hélio Oiticica, Tunga, Cildo Meireles, entre outros, expostas ao ar livre em meio a jardins e lagos.
 É o paraíso, tranquilo, bonito, limpo, organizado ... e no Brasil! 
Esta foi a primeira obra que vi. Instalação da artista Yayoi Kusama. São bolas de aço que se movimentam em um espelho d'água. Um verdadeiro espetáculo de cores, reflexos e sons. Fiquei bom tempo ali observando o vai e vem das bolas que se juntam e se separam.
 Só esta instalação já vale a visita, mas tinha muito, muito mais para ver. 
 Obra de Hélio Oiticica
 Esculturas de Edgar de Souza
 Jardins harmoniosos
Além das obras espalhadas pelos jardins, Inhotim reúne um grande conjunto de galerias - como a que aparece ao fundo. Para mim foi uma surpresa, não esperava. 
Gigante Dobrada - obra de Amílcar de Castro
Instalação na Galeria True Rouge
 
Pausa para descanso na Galeria True Rouge com lago ao fundo
 Fiquei impressionado com essa planta, folhas enormes.
 Essa obra do chinês Zhang Huan é impactante
 Assim como é impactante esse banco feito de tronco de árvore. E que árvore!

 Obra de Cildo Meireles - cadeiras de diversos tamanhos
 Tudo em Inhotim é superlativo e a natureza nos surpreende a cada instante. 
E um momento de grande emoção - pela primeira vez na vida vi uma jabuticabeira! Existem várias em Inhotim e ainda pude provar o fruto direto do pé. Inesquecível!
Galeria Adriana Varejão - na minha opinião o projeto mais bonito de todas as galerias. Gosto muito do trabalho dessa artista e tive o prazer de rever "Celacanto provoca maremoto", um painel que faz referência aos azulejos portugueses. Pena não poder fotografar.
 Gostei muito desses fuscas coloridos, obra do artista Jarbas Lopes 
Como disse, tudo em Inhotim é superlativo e por isso, um dia só é pouco para admirar as obras e entrar nas galerias. Mas fiquei satisfeito com tudo o que vi. Próximo aos fuscas estão construindo mais uma Galeria. Claro que vou voltar para conferir.
Foi um dia intenso! Assuntos diversos, papos de viagens e muitas gargalhadas. Tudo isso em meio à natureza e cercado de Arte por todos os lados.
Até hoje não havia visto nada igual à Inhotim. Não há como sair indiferente a tanta beleza. É um passeio imperdível, obrigatório e necessário!

E na volta para Belo Horizonte fomos presenteados com um lindo pôr do sol que banhou de dourado a paisagem, tornando mais belo o que já era maravilhoso.

 *****
Anote:
Instituto Inhotim
Brumadinho - MG
Site: http://www.inhotim.org.br
Funcionamento:
De terça à sexta: 09h30 às 16h30
Sábados, domingos e feriados: 09h30 às 17h30
Ingressos: Podem ser adquiridos no site ou na recepção.
Alimentação: Inhotim oferece aos visitantes restaurantes e lanchonetes.