quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Fui sambar em Santiago

Ir para o Chile no carnaval 2013 não estava nos meus planos. Há tempos planejava visitar esse país, mas para ficar mais tempo e fazer um passeio completo. Porém, quis o destino que fosse em fevereiro de 2013 e por pouquíssimos dias. Vocês sabem que dei um tempo nas festas de Momo, o carnaval do Rio ficou gigante e eu pulei fora. No dia 09, por volta de 07h45 decolava em direção ao Chile, mas tive que fazer conexão em São Paulo. Se o voo fosse direto teria chegado antes do meio dia em Santiago, mas o voo da LAN saiu de Guarulhos às 13h35 e só pisei o solo chileno por volta de 17h. Incrível né, quase onze horas depois...
O lado bom dessa viagem foram as belas paisagens que avistei do alto. 
Eu esperava um almoço frugal, mas tudo que recebi foi um sanduíche sem graça, um copo de vinho, suco de maçã, chá, um bolo cheio de doce de leite, dois biscoitos e um polenguinho... é a vida na classe econômica na LAN...senti saudades da VARIG.
Mas quem precisa comer bem com um visual desses? A Cordilheira dos Andes quase sem gelo foi uma das mais belas imagens que já vi. E isso não tem preço.
  Estava a poucos minutos da chegada à Santiago. 

 Pronto! Dada a largada para a diversão.... 
Do Aeroporto para o Centro, onde fiquei hospedado, não leva mais do que 30 minutos. Optei por um serviço de van da empresa "Transfer", saiu em torno de  R$ 25 por pessoa.
O Panamericano é um Hotel 3 estrelas, fica no Centro (Teatinos, 260), a poucos passos do Palacio de la Moneda
Gostei do Hotel, para quatro noites foi perfeito. Staff competente e  gentil, Quarto confortável, wi-fi, TV a cabo, frigobar e tudo muito limpo.


Reconhecimento feito, desci para olhar Santiago. Mas estranhei a cidade tão vazia e todo o comércio fechado. 

Retornei ao Hotel e aí fiquei sabendo: estava faltando água na cidade. Como assim? Algo aconteceu na central de abastecimento e muitos bairros foram afetados. E aí fica impossível trabalhar sem água. Eu havia feito uma reserva para o Astrid&Gastón e pedi para a recepcionista do Hotel ligar para confirmar, ao menso teria um bom jantar. Mas nada, também estava fechado.  Um caos. Por sorte havia um supermercado aberto e fui comprar água. 


Confesso que este não foi o melhor cartão de visitas. Na CNN local as autoridades tentavam dar explicações sobre a falta de água e diziam que no dia seguinte tudo estaria normalizado e ainda no sábado, aos poucos, a água retornaria. Tomei um banho e fui jantar no restaurante do Hotel.

Não podia esperar muita coisa, mas até que o Filet com molho de champignons e fritas não decepcionou...e aí cama para aproveitar o dia seguinte.

14 comentários:

  1. Tu estás muito chique! Até mesmo faltando água. Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Ah, Jorge, meio desolador mesmo esse seu primeiro dia de viage! Mas nada que uma boa noite de sono não resolva.
    Esse negócio de conexão é uma coisa que me desanima terrivelmente em viagem.
    Aguardarei os outros dias.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Su
      Estou acostumado com as conexões quando vou à Europa, sempre parando em Paris e indo para o meu destino final. Mas, nunca fiquei tanto tempo parado em Aeroporto como dessa vez.
      Beijos

      Excluir
  3. Nossa....que chegada!!
    Mas certamente os outros dias foram deliciosos!!Aguardando!!!

    ResponderExcluir
  4. Cruzes, Jorge, vim conferir se o comentário havia entrado e descobri que a palavra VIAGEM está escrita errado! Nossa!

    ResponderExcluir
  5. Oi Jorge, Santiago é mesmo muito bonita! Fui em 2011 e voltei encantada!!! E o Bairro Belavista, foste? Aguardo o próximo post. Um abraço. Ana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana
      Essa foi uma viagem para fugir do Carnaval, entao foi tudo meio corrido, mas bem legal.
      Beijos

      Excluir
  6. Amigo, espero que desta vez o comentário entre, afinal estou em um computador de verdade...
    Adoro seu estilo de escrever e você consegue acrescentar humor e carisma a qualquer cidade. Eu já conheço alguma coisa de Santiago, mas adorei rever pelos seus olhos. Espero que você escreva mais e nos ofereça mais fotos, o seu olhar de turista é diferente. Você não procura apenas "bater ponto" nos lugares principais, você se mistura com o povo, caminha por lugares menos convencionais, enfim, a viagem fica muito mais interessante e completa. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nilza
      Aqui está! Humor é o que me resta nessa vida, se não rir não consigo sobreviver. eu tento fugir do óbvio, mas somos estrangeiros e curiosos e aí vamos tentando fazer nossas descobertas.
      Beijos e volte para comentar mais.

      Excluir
  7. Jorge, que bela viagem!
    Assim como você, me encantei com Santiago ainda no avião, fiquei louca com a visão das cordilheiras. A limpeza das ruas me impressionou...e como você bem obsevou, quantos cachorros nas ruas, enormes, bem tratados...me disseram que o povo tem o maior orgulho de tratar bem seus cães de rua, vá entender!
    E a comida? me esbaldei nos frutos do mar, tudo muito bom! Estive lá por uma semana a trabalho e ainda quero voltar para passear.
    Um abraço, Vivian

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viviann
      Esse foi só o começo. Já deveria ter postado mais, porém ando completamente sem tempo.
      Beijos

      Excluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.