quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

JUKEBOX - Uma ficcção científica musical

Na onda das manifestações que assolam o país e, principalmente, o Rio de Janeiro, andar pelo Centro da cidade não tem sido uma das melhores opções. Na última sexta-feira (28/6), apesar das manifestações que fizeram muita gente voltar para casa mais cedo, permaneci no Centro e caminhei da Cinelândia – onde trabalho – até ao CCBB na Rua Primeiro de Março. Iria arriscar comprar ingresso para algum espetáculo. Tentar mesmo, pois é sempre difícil conseguir ingressos horas antes dos espetáculos, pois muitas pessoas compram com antecedência. Para minha surpresa, haviam ingressos para todas as peças – um verdadeiro milagre. Escolhi JUKEBOX, porque gosto de musicais.

JUKEBOX  - Uma ficção científica musical, é muito mais que um simples espetáculo com atores cantando. Reúne teatro, música, performance e artes visuais. Tudo isso numa viagem  através da música original de Flavio Graff e Felipe Storino. O público participa escolhendo minutos antes de o espetáculo começar as músicas  que serão executadas. Os pedidos são anotados pelo Major Tom.
O cenário multimída é uma verdadeira instalação visual com imagens, luzes e música. Durante o dia o cenário/instalação pode ser visitado, como uma exposição de arte. 
JUKEBOX é um dos espetáculos mais originais que assisti nos últimos tempos. Resultado do trabalho de Flavio Graff, responsável pelo Roteiro, Letras das Músicas, Direção e Figurino. 


No elenco estão Adriana Seiffert como Gigante Vermelha; Dedina Bernadelli interpretando Cauda de Comeda; Felipe Storino como Ground Control, Julia Decache como Zombjörk, Patrícia Niedermeier, Mulhermáquina e Flávio Graff que além das atribuições acima, encontrou fôlego para dar vida ao Major Tom.

JUKEBOX é um espetáculo cheio de qualidades, bem produzido, com  figurinos cuidados, ótima direção de atores. Enfim, tudo perfeito. E o grande beneficiário é o público que interage escolhendo as músicas e pode levantar, dançar, viver o espetáculo. Vou assistir de novo! Imperdível.
*****
Anote:
Onde: Centro Cultural Banco do Brasil
Quando: De quarta a domingo - 19h30 (até 14 de julho)
Quanto: R$ 6
*****
Depois do Rio o espetáculo segue para o CCBB de Brasília, onde encerra a temporada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.