quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

domingo, 30 de novembro de 2014

Konya e a chegada à Capadócia - Capítulo 11

O dia amanhecendo em Pamukkale
Saímos cedo de Pamukkale com destino à Konya para visitar o Monastério dos Dervixes Dançantes, fundado por Mevlana. Quarto dia da excursão e eu tinha a sensação de estar viajando há séculos. Tantas histórias e lugares diferentes e, claro, cada dia um hotel. Pelo menos, no quarto e no quinto dia da excursão, ficaríamos no mesmo hotel na Capadócia.
Até chegar ao nosso destino, Konya, passamos por várias cidades e vilarejos, como Afyon, onde comemos coalhada com mel. 

Konya é considerada a cidade mais religiosa da Turquia. O apóstolo Paulo viajou até esta cidade para evangelizar ... isso faz muito, muito tempo. Uma outra curiosidade sobre Konya é que há 15000 anos, a cidade era apenas mar ... que evaporou. E embalado por esse clima todo de religiosidade e misticismo, chegamos ao Museu de Mevlana, um sábio místico que viveu no século XIII. 
Mais que um simples museu, o Mevlana Muzesi é um local de peregrinação. Aqui está o Mausoléu de Mevlana (Jalal ad-Din Muhammad Rumi). Após sua morte, seus seguidores e seu filho Sultam Walad fundaram a Ordem Sufi Mawlawīyah, também conhecida como ordem dos dervixes rodopiantes, famosos por sua dança sufi conhecida como cerimônia sema, sobre a qual falarei oportunamente.
Nesta sala está o túmulo e fotos são proibidas (como????)
Na parte externa, encontramos pequenas salas com objetos diversos e representações das reuniões dos religiosos místicos.
  Masbaha (o terço turco) - esse da foto tem 999 contas
Dervixes rodopiantes - eles entram em transe enquanto giram e entoam as orações. 
Alcorão
Este livro tem as páginas em branco (e não me perguntem o porquê, pois não me lembro de ter lido qualquer explicação a respeito)

Seguimos nosso caminho em direção à Capadócia...
Na estrada, fizemos uma parada numa antiga estalagem do século XIII. Há muitas no caminho entre Aksaray - Nevsehir (Capadócia).
Algumas estão em restauração e hoje abrigam lojas e pequenos bares, onde os viajantes param para fazer um lanche ou comprar algum souvenir.
Enquanto muitos comiam, aproveitei para faturar um extra e cantei umas canções tocando alaúde...
Outra estalagem que avistamos pelo caminho
As montanhas...o sonho da Capadócia estava começando...
Ficamos hospedados em  Urgup, cidade que pertence à província de Nevsehir, na região histórica da Capadócia. Aliás, eu achava que a Capadócia era o nome da cidade, mas trata-se do nome da região...
E essa era a vista do meu quarto... nada mal, não acham?
E como foi a minha primeira noite na Capadócia??? No próximo post...aguardem!

3 comentários:

  1. É mt informação ao mesmo tempo. Lembrei quando vc antes da minha viagem deu sua opinião sobre fazer a Grécia junto com a Turquia.
    Eu tb pensava ser o nome de uma cidade. rsrsrsrsrsrs
    Aguardando mais.

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.