quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

domingo, 9 de novembro de 2014

Tesouros da Turquia - Capítulo 8

Depois de passar quatro noites em Istanbul, iniciei no sábado, 23 de agosto, uma excursão de 7 dias para conhecer diversas cidades na Turquia. Quando iniciei as pesquisas, pensei em conhecer somente a região da Capadócia. Porém,  quando recebi o roteiro de uma excursão com 7 dias, abrangendo mais regiões,  não pensei duas vezes e achei que seria a melhor opção. Quem me conhece sabe que não curto excursões, programas fechados etc. Prefiro fazer tudo by myself, mas apesar de gostar de aventura, não quis arriscar na Turquia. Até porque o meu turco não é fluente...
E já vou adiantar para vocês: fazer uma excursão é uma excelente escolha! Transporte, passeios, ingressos das atrações, guia falando português, hotéis 5 estrelas com meia-pensão e zero preocupação! Além disso, a possibilidade de conhecer gente interessante. Tive muita sorte, porque o grupo era ótimo. Apenas 20 pessoas de diversos estados do Brasil. A excursão foi batizada com o nome de Tesouros da Turquia. De fato, não poderia ter nome diferente. Então, preparem-se para visitar Çanakkale, Tróia, Pérgamo, Esmirna, Kusadasi, Éfeso, Pamukkale, Konya, a região da Capadócia e Ankara. 


Saímos do Hotel por volta de 8h. O dia em Istanbul estava lindo, muito sol e calor. De van seguimos até um determinado ponto e dali entramos no ônibus que iria fazer todo o roteiro da excursão.
E aí me dei conta da grandeza de Istanbul e de que ainda havia muita coisa para conhecer na cidade. 
E Istanbul cresce a cada dia...
Durante a viagem, me desliguei completamente do tempo, encantado com a paisagem.
Mais de quatro horas de estrada e chegamos no ponto de travessia para a parte asiática da Turquia. Iríamos atravessar de ferryboat o estreito de Dardanelos, para chegar à Çanakkale. 
A sensação é a de que a estrada entrou no mar... não sei exatamente a quantidade de veículos por embarcação, mas eram muitos...
Uma cidade fica para trás...
O mar azul...
O estreito de Dardanelos tem 68 km de comprimento e 1,2km de largura e liga o mar de Marmara ao Mediterrâneo.  
E de repente você está no palco de diversos acontecimentos históricos, como a Batalha de Galípoli, que aconteceu durante a Primeira Guerra Mundial, para citar um evento mais recente. 
Fiquei fã do "Ayran" - iogurte natural,  meio salgado que a gente bebe bem gelado....
O que é céu, o que é mar?
Já em Çanakkale, pausa para almoço no TroiaPark Cafe-Restaurant. Acho que é um dos poucos lugares na estrada que temos para comer. Este restaurante é simpático, tem bom atendimento e oferece bons espetinhos de carne de carneiro. E foi o que pedi, pela praticidade.
E para completar uma bela vista

Café turco...um quilo de pó de café no fundo...mas muito bom...rsrsrsrsrs
Ao lado do TroiaPark, o mítico  cavalo de Tróia já anunciando a maravilha que iríamos conhecer. A nossa grande atração, as ruínas da cidade de Troia.
Troia é conhecida como a cidade de 9 níveis. Isto porque foram descobertas nove camadas da cidade, uma sobre a  outra, construída em diferentes épocas, Essa descoberta a humanidade deve ao alemão Schliemann, que era um homem muito rico, mas não era arqueólogo. E por isso mesmo, apenas no intuito de descobrir Troia e seus tesouros, fez escavações ao seu jeito e... misturou tudo...enfim, de toda sorte, não deixa de ser um passeio fantástico.

Os muros da cidade 
O mar recuou aproximadamente 6 km e hoje temos esse imenso tapete verde,,,
Para muitos mais um pedaço de pedra ... mas trata-se de uma parte do teto do Templo de Athena, conforme o quadro explicativo na foto abaixo. Aliás, há muitos espalhados pela cidade, explicando tudo. Textos em turco, alemão e inglês.


Um poço que data do ano 300 a.C.
Nas ruínas do anfiteatro de Troya com Marília, a egípcia! Não disse que encontrei gente interessante?
Nossa querida guia da excursão, Luísa Konfidan, fluente no idioma português, para nossa alegria!
E como não podia deixar de ser, o famoso cavalo de Troia. Mal sabia ele que iria se transformar em vírus no século XX, irritando milhares de usuários de computador....
Entrar no cavalo faz parte da brincadeira, escadas estreitas e mãos suadas...sim, tenho medo de altura mas cumpro todos os rituais...
Nossa visita durou aproximadamente duas horas, tempo suficiente para ver tudo, caminhar, fazer fotos e compras. E com aquele calor, tudo o que queríamos era chegar logo no Hotel e aproveitar a piscina.
Nada mais recompensador...água geladinha para refrescar. Um pequeno SPA com massagens, banho turco, sauna, academia de ginástica... Aliás, fiquei sabendo que SPA significa Saúde Pela Água.
Achei o quarto do Hotel Parion muito confortável e espaçoso.
E com uma vista...
Um dia perfeito...com pôr do sol incrível, extamente ás 20h43min. 
E no jantar, muitas delícias da culinária turca...
Eram tantos doces que preferi comer apenas uvas... dieta oblige.
E como acontece nas excursões, no dia seguinte acordar cedinho para nosso próximo destino...Pérgamo e Esmirna (Izmir). Aguardem!!!

3 comentários:

  1. Amigo! Tb não gosto de excursão mas estou adorando este passeio. Acho que faria esta. Quem, sabe não volto lá? Quero mais! rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post! Lindas fotos, lindo lugar.

    ResponderExcluir
  3. Assim como você eu não era muito de excursão, mas o meu passeio na Turquia também foi um pouco como o seu, e foi realmente a mesma opção, pois os sites arqueologicos geralmente são muito afastados um dos outros e de dificil acesso, além de transportes publicos precarios. Nas grandes cidades podemos nos virar sozinhos, mas fora isso fica mais complicado.

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.