quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Um dia intenso na Capadócia! - Capítulo 14


No último post deixei uma interrogação no ar sobre a edificação da foto acima... Trata-se do restaurante Hanedan Kervansaray que fica em Avanos. É um dos melhores da região, ou talvez, o melhor. Come-se muito bem e o preço é inacreditável: 20 liras turcas pelo menu com entrada, prato principal e sobremesa!


 O restaurante  é enorme e tem vários salões e salas menores.
Nosso grupo ficou numa sala menor com várias mesas para seis e oito pessoas.
Em poucos minutos iniciaram os serviços. Serviram duas entradas, uma salda e uma combinação de três tortinhas salgadas feitas com ingredientes diferentes, massa folhada, batata e outra massa que era como uma massa de pizza. Tudo muito saboroso. E eu fiquei apaixonado pelo sousplat...srrssrsr

De prato principal, optei pelo peixe, bem simples mas gostoso.
Após o almoço o passeio prosseguiu para Pasabag, onde ficam as Chaminés das Fadas. E mais uma vez a sensação de estar participando de um filme vem à mente. Nos primeiros minutos seus olhos não acreditam, depois vem a consciência e você agradece por ter chegado ali e vivenciar uma emoção única. 
A natureza é capaz de coisas incríveis e este Vale em Pasabag é a prova concreta disso. O resultado de tanta beleza é devido à erosão através do vento e da chuva ao longo dos anos. 
Esta região também é conhecida como Vale dos Monges. Lembro do calor que estava fazendo naquele dia 27 de agosto de 2014... e por isso, muitas pessoas do grupo preferiram ficar num ponto de apoio onde havia lojas e um bar. Mas eu preferi me aventurar e subir para poder contemplar o vale. Não fui sozinho, poi o Sr Juca, topou ir comigo.
Bem no alto, sem medo do sol, Sr Juca subindo tranquilamente as montanhas de Pasabag.
Imagens que dizem mais que mil palavras
Foi uma grande emoção
Continuamos o passeio visitando uma fábrica de tapetes. É uma visita interessante, pois trata-se de um grande projeto social que forma muitas pessoas e abre oportunidades de emprego. Depois dessa visita, entendemos o porquê dos preços altíssimos dos tapetes turcos. O processo é todo feito á mão e leva meses...
Como há muitos brasileiros visitando a Turquia, o empregado que nos recebeu falava em português e assim ficamos sabendo de todos os procedimentos.
Na foto acima, o início de tudo... os fios do bicho da seda que dão origem ao processo... e logo depois... 
 ... a apresentação dos milhares de tapetes, uma tentação, mas os preços...
 Como não comprei...só deitei e rolei...
Mais um capricho da natureza na Capadócia, dessa vez no distrito de Develí. Essa rocha que vista de longe é semelhante a um camelo.
A gente faz uma parada rápida, apenas para fotografar, mas dá para se arriscar e andar um pouco  pela região...quase deserta.
O caminho é estreito e a vista espetacular!
Para fechar com chave de ouro, fizemos a visita ao Mosteiro dos Dervixes para assistir ao ritual da oração.
O mosteiro é bem simples e há um mistério no ar.
Os dervixes são seguidores de Mevlana, um sábio que está enterrado na cidade de Konya, que já visitamos durante a excursão.
Diferentemente do que possamos imaginar, não é um show, e sim um ritual onde cantam e rezam. Por isso, fotos e filmagens são proibidas. Eles iciam com rezas e logo em seguida inciam os cânticos - que são orações também - e fazem isso rodopiando. Durante esses rodopios parece que entram em transe. Os quatro rodopiantes param ao mesmo tempo. é arrepiante. Quando termina o ritual, eles voltam para fazer um minuto da dança, é nesta hora que os turistas podem fotografar e filmar.
 Nosso grupo aguardando o início do ritual místico.
 Entrando na onda dervixe...
 Após o ritual é servido um chá de maçã...
E aqui os sete conselhos de Mevlana traduzidos para o português. Para ler e guardar. 
Este, com certeza, foi o dia mais intenso da excursão. Retornei ao hotel e fui dormir bem cedo, pois iria acordar de madrugada... e no próximo post vocês saberão o porquê...

Um comentário:

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.