quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Palácio Dolmabahçe - capítulo 18


Minha intenção, quando iniciei os preparativos da viagem à  Turquia, era de ficar 6 dias em Istanbul. Porém, acabei ficando 8 dias, por conta dos preços da passagem. Os voos com saídas entre 30/08 e 01/09 estavam mais caros e a diferença a partir do dia 02/09 era bem significativa. Ficar mais dias na cidade me permitiu conhecer com mais calma as atrações. E isso é fundamental numa viagem, pois detesto passar o dia inteiro correndo de um lado para outro. E foi com toda a calma e tranquilidade que visitei o Palácio Dolmabahçe, construído em 1843 no reinado do sultão Abdulmecid. O Palácio é luxuoso, está localizado às margens do Bósforo e conta com uma decoração exuberante em ouro e cristal.
Fachada do Palácio a partir do Bósforo
A visita ao palácio é feita apenas em passeios guiados em turco e inglês. Cheguei cedo para evitar filas e comprei ingresso para o Palácio e o Harém.
Logo na entrada, a Porta do Tesouro já é de tirar o fôlego

 O jardim é muito bonito e tem belas fontes

Fonte do Cisne
Entrada principal do Palácio. Há duas filas, uma para visitas em inglês e outra em turco. Os guardas ficam repetindo "visit in english" e apontando para que os turistas fiquem na fila correta. Ao entrarmos, recebemos as instruções de praxe ... nada de fotos! Nada??? Consegui fazer algumas, pois não há como resistir à tanta beleza. São 46 salões e galerias de recepção. 

Escadaria de Cristal -  nunca a palavra "fausto" foi tão bem empregada. Esta escadaria  em ferradura tem balaústres de cristal Baccarat. Você sobe e vai admirando e vive seu momento "sultão por um dia". Clique na foto para ampliar e ver melhor os detalhes.


Salão Cerimonial - a cúpula alcança 36 metros  de altura. O grande destaque fica por conta do maior lustre de cristal do mundo, presente da rainha Vitória da Inglaterra ... tem 750 lampadas e pesa 4,5 toneladas! É de cair o queixo! E o meu ficou uns dez minutos no chão!


 Detalhe da decoração do teto do Salão Cerimonial.

 Após a visita, uma pausa para descanso com vista para o Bósforo.
E antes de visitar o Harém, um tchai.
O Harém do Palácio Dolmabahçe  possuía diversos apartamentos decorados com muito luxo, para abrigar o Sultão, sua mãe, esposas, concubinas, servos e convidados.
Nos primeiros anos da República, Atatürk usava o palácio como base em Istanbul , mantendo no Harém um escritório e um dormitório.



Aposentos de Atatürk, onde morreu no dia 10 de novembro de 1938, às 09h05. Os relógios do palácio marcam todos 09h05, horário da morte do ex-presidente. Por motivos óbvios, não consegui fotografar. O guarda - havia apenas um  - já estava meio irritado com os visitantes. Eu consegui ser discreto e com o smartphone dava para fazer fotos sem ser notado, mas outros visitantes com suas câmeras profissionais... não deram a mesma sorte ... e haja puxão de orelha!
Fechando a visita, um simpático Museu, com quadros de artistas franceses, poloneses e russos  do século XIX, objeto da coleção do Sultão Abdulmecid.
Entrada do Museu
 Mais uma foto "proibida" - galeria do Museu.

 Fonte no jardim do palácio com vista para o Bósforo


Esta certamente é uma daquelas visitas que não podem deixar de ser feitas quando estiver em Istanbul. É mesmo IMPERDÍVEL!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.