quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

domingo, 29 de novembro de 2015

A cidade de Guimarães

Dia 15 de fevereiro de 2015, domingo.
Se apenas algumas horas no Porto já proporcionaram tantas belezas, imaginem um dia inteiro em Guimarães? Esta é uma das cidades históricas mais importantes de Portugal, pois foi nestas terras que Portugal nasceu e se formou. 
D. Afonso Henriques - fundador de Portugal
Após vencer a batalha de São Mamede em 1128, D. Afonso Henriques lançou os alicerces da nação portuguesa na antiga cidade romana,  passando a usar o título de Rei. Guimarães é o berço dessa nação e andar por suas ruas é como mergulhar num livro cheio de histórias.
Com esse passado histórico tão bem preservado, Guimarães foi classificada como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 2001. 
E por quê fui visitar esta cidade? A foto acima explica um pouco... graças à internet e às conexões virtuais e publicações no blog conheci Ruthia Portelinha, autora do blog de viagens  O Berço do mundo. Não sei exatamente quando nos conhecemos, mas entre um comentário e outro nas nossas postagens,  iniciamos uma amizade virtual. E já que estaria no Porto que fica a uma hora e quinze minutos, por que não passar e fazer uma visita? Ruthia foi minha guia na cidade naquela fria manhã de domingo. Não poderia ter tido melhor cicerone! Acompanhada do seu sobrinho, Bruno, Ruthia estava à minha espera na Estação da cidade. Dali iniciamos um delicioso tour que durou o dia inteiro. 
Para começar, visita ao imponente Castelo de Guimarães, construído no século X para proteger a cidade dos invasores e ampliado no século XII.
O dia cinzento e a paisagem de inverno, deram à visita um clima mágico e, a qualquer instante, poderiam passar por nós cavaleiros com espadas... 
 
Em seguida visitamos o Paço dos Duques, mandado construir por D. Afonso, primeiro duque de Bragança, no século XV. Alguns detalhes arquitetônicos revelam a influência européia e, sobretudo, francesa. Ao longo dos tempos foi profundamente alterado, reconstruído e adaptado como Museu e residência oficial do presidente da República em meados do século XX. Nas fotos abaixo alguns ambientes do Palácio.
 
 


Saindo do Palácio visitamos a Capela românica de São Miguel.
Na foto à direita a pia  onde foi batizado D. Afonos Henriques.
E assim é Guimarães, à medida que caminhamos a cidade vai revelando Praças e paisagens que nos encantam. Para quem é observador e detalhista, talvez um dia seja pouco... vou andando e fotografando
 
 
 
Praça das Oliveiras, sem sombra de dúvidas, uma das mais bonitas do Centro Histórico. Belo conjunto arquitetônico e lugar de encontro com bares e restaurantes.
 

Igreja de Nossa Senhora das Oliveiras
 
Escultura representando D. Afonso Henrique, obra do artista João Cutileiro, inaugurada em junho de 2001. 
Mais uma bela praça na cidade. Com certeza, esta é uma das mais fotografadas e nem preciso dizer o porquê.
 
As igrejas dominam as paisagens da cidade. A da foto acima com a fachada toda em azulejos é de uma beleza surpreendente. 
E aqui avistamos a Catedral de Guimarães que domina a paisagem com um belo jardim à frente.
 
 Detalhe da Catedral e do jardim
Depois de muita caminhada, hora do almoço! Vamos provar as delícias do restaurante "Nora Zé da Curva"
 Bacalhau com Natas
 E um bom cabritinho assado
 Um brinde à amizade Guimarães e Rio, Brasil e Portugal!
O almoço no "Zé da Curva" estava ótimo, mas a sobremesa deixamos para comer na Confeitaria Clarinha que faz as deliciosas tortas de Guimarães. Massa folhada finíssima, recheada com um doce à base de gemas e amêndoas... de comer rezando.
Após o almoço seguimos para a rota da Penha,cercada por um parque natural, com pedras de diversas formas cobertas de musgo. No local, há uma capela e a Igreja de Nossa Senhora da Penha, além da vista panorâmica para a cidade.
 
 
 


 
Não tenho palavras para agradecer a recepção, gentileza e carinho da Ruthia, querida amiga d'além mar. Além do passeio e da agradável companhia, fui presenteado com livro de sua autoria, "A Dimensão Cultural da Integração Europeia". Foi um domingo sensacional, com muitas descobertas e com gosto de quero mais. Guimarães vale ser visitada, recomendo!

8 comentários:

  1. Maravilha! A cidade é uma graça...e Zé e Clarinha, devidamente anotados :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucia
      Você vai adorar a região toda... e já vai fazendo uma dieta rsrsrsrs
      Beijos

      Excluir
  2. Amigo carioca. Este foi um dos motivos pelos quais criei um blog de viagens, as partilhas e as pessoas que conhecemos e os textos que nos fazem viajar de novo. Revivi aquele domingo novamente. E que frio estava,verdade?!! Fico muito feliz por ter gostado da minha cidade, aqui tão belamente representada no seu post detalhado.
    Quem sabe um dia pode retribuir a amabilidade... espero voltar ao Rio um dia!
    Abraço apertado
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ruthia,
      E aqui estarei como o Cristo Redentor...de braços abertos para te mostrar a cidade maravilhosa! O domingo em Guimarães foi muito especial, parecia que nos conhecíamos há tempos. Manda uma braço ao Bruno.
      Beijos

      Excluir
  3. Mais um belo passeio! Valeu!
    Vc com certeza é a pessoa que conheço e que tem mais amigos espalhados pelo mundo! Mt bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho bons amigos espalhados pelo mundo, coisas do destino...
      Beijos

      Excluir
  4. Muito completa a sua visita e até me senti de volta em Guimarães, em cada cantinho!!! Estive em abril desse ano e adorei, achei tudo lindo! Portugal para mim é tão diferente do resto da Europa, e muitos brasileiros acabam deixando de visitar em busca de mais exotismo, o que na minha opinião é um erro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milena
      Portugal é um país adorável e tem cidades lindas. Esta viagem de carnaval foi rápida demais, preciso retornar com mais calma.
      Abraços

      Excluir

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.