quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Lisboa, seus museus e monumentos

No post anterior, falei sobre o Lisboa Card, que possibilita a visita a muitos museus e monumentos de Lisboa e tem validade de 24, 48 e 72 horas. Vale a pena comprar, pois garante, também, a utilização do transporte público. Como eu havia validado meu cartão por volta de 11h00, poderia utilizar até 11h00 do dia seguinte. E assim aproveitei para retornar a Belém e visitar o Museu dos Coches.
Foi uma grata surpresa! Aqui estão expostas carruagens que datam desde o século XV até o XIX. 
O Museu foi inaugurado em 1905 pela Rainha D. Amélia, no edifício do antigo Picadeiro Real. 
 Coche do séc. XVIII
O coche acima integrava um conjunto de 5 coches temáticos enviada por D. João V ao Papa Clemente XI. Do séc. XVII, ele é um exemplo do barroco italiano e tem como tema a ligação dos oceanos Atlântico e Índico.
Detalhe da decoração 
A Rainha Elisabeth II esteve em Lisboa em 1957 e utilizou a carruagem acima, conhecida como "Carruagem da Coroa".
Fiz a visita com bastante calma e quando saí, observei que ainda poderia usar meu Lisboa Card para visitar o Palácio Nacional da Ajuda, não muito distante do Museu dos Coches.
O Palácio Nacional da Ajuda foi o último palácio real construído em Portugal e serviu de residência da família real portuguesa durante o reinado de D. Luís I.
A construção austera por fora, mostra um palácio luxuoso e bem decorado, com muitos quartos, salas, bibliotecas. Enfim...coisas da realeza.

Fui passando pelos ambientes e apreciando, mas sem grandes surpresas, até chegar à Sala Rosa.
Um ambiente finamente decorado com peças de porcelana. D. Maria Pia reuniu uma das coleções mais apreciadas do século XIX: peças em porcelana de Saxe, nome da porcelana fabricada em Meissen, situada na região germânica de Saxe.
 São peças muito delicadas e surpreendentes
  

Confesso que nunca imaginei a possibilidade de existir móveis com esses detalhes em porcelana. Daí o encanto.
 
Este é o quarto de cama da Rainha, D. Maria Pia. A decoração foi orientada, pessoalmente pelo Rei D. Luís, que fazia de tudo para agradar a futura esposa.

E como todo Palácio que se preza tem, a sala dos banquetes.
Como vocês puderam observar não havia muitos visitantes ... para ser sincero, contei 5 visitantes naquele período. Achei ótimo! Silêncio total e fotos sem figurantes.
Pausa para o almoço. Retornei ao Grelha do Carmo, para comer bem e bastante!
 
Lulas à lagareiro. Excelente! 
Depois do almoço, peguei o elétrico 28 e subi até Alfama para visitar o Castelo de São Jorge.
 
Na entrada da construção medieval, a imagem de São Jorge, santo padroeiro dos cavaleiros e das cruzadas.
O Castelo de São Jorge é o monumento mais visitado de Portugal. A construção é do século XI, período que a cidade estava ocupada por muçulmanos que haviam invadido a Península Ibérica há três séculos.
 
Visitei o Castelo em 2005 e tenho boas recordações de uma tarde ensolarada de junho.
Do Castelo temos as mais belas imagens de Lisboa. Por isso, visitá-lo ao cair da tarde é muito mais interessante.
Depois de passear pelas muralhas e admirar a paisagem, vale a pena sentar em uma das mesas do restaurante para apreciar o pôr do sol. E assim, fechar o dia com chave de ouro!
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar este post.
Abraços e volte sempre.