quem escreve

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, apreciador das artes, das viagens e das pessoas que têm algo a dizer.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Ex-Igreja de São Salvador em Chora - Capítulo 20

Istanbul é uma cidade que guarda muitos tesouros. Um deles é a Ex-Igreja de São Salvador em Chora, também conhecida como Kariye camii (Mesquita Kariye). É considerada como um dos mais belos exemplos de uma Igreja bizantina. São muitos mosaicos e afrescos que resistiram ao tempo. 

Fachada da Igreja que passa por restauro
A ex-igreja fica localizada no bairro de Edimekapi, um pouco afastado da cidade velha, por isso, fui de táxi. Ao entrar, descobri que parte da construção estava passando por restauro, mas não tirou o brilho da visita. E o que vi foi impressionante. Na foto acima, o mosaico "Ministério de Cristo"
As duas cúpulas do nártex  interno retratam 66 ancestrais de Cristo
Afresco da Ressurreição mostra Cristo tirando Adão e Eva do túmulo, enquanto os portões do inferno se rompem e Satã deita amarrado aos pés de Cristo.
Em cada mosaico, cenas bíblicas que foram encomendadas entre 1315 e 1321 por Teodoro Metoquita, estadista bizantino que restaurou a igreja no século XI.
A maior parte do tempo passamos olhando para cima, encantados com a beleza do lugar.  A igreja virou Mesquita em 1511, quando passou a ser chamada de Mesquita Kariye. Nessa época, todos os mosaiços foram cobertos por cal e ficaram ocultas até serem redescobertas em 1860. A restauração começou em 1948.
Há uma livraria em uma das alas da igreja.
Neste mosaico, Teodoro Metoquita aparece com um turbante e apresenta sua igreja a Cristo, que ergue a mão para abençoá-la.
Nem precisa dizer que esta é mais uma daquelas visitas obrigatórias. As imagens dizem tudo.



Na saída, uma volta pelas muralhas de Constantinopla
E o belo visual da cidade

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

O Luxo em Istanbul - Capítulo 19

Depois de conhecer o luxo, o fausto do Palácio Dolmabahçe do século XIX, chegou a hora de passear pelo luxo do século XXI. Istanbul tem os seus bairros chiques e as ruas Abdi Ipekçi e Tesvikiye são os endereços das grifes e lojas de marcas de luxo. É bom mergulhar um pouco nesse outro lado da cidade. 
Um pouco afastado da Praça Taksim, encontramos os grandes hotéis e os bairros mais chiques e exclusivos de Istanbul. O cenário muda completamente, uma cidade completamente diferente. Poucas pessoas na rua, lojas sofisticadas, prédios modernos.  

 Entrada do Parque
 De uma ponta a outra apenas grifes, como Louis Vuitton.
 Christian Louboutin
 Prada
Shopping city's - 10 andares para consumir
Neste shopping passamos por detector de metais e quando fiz essa foto, um segurança veio imediatamente falar comigo dizendo que era proibido fotografar.
 Vista a partir da cobertura do Shopping City's
Cervejinha para aplacar o calor turco. Se fiz compras??? Mandei entregar no Hotel.

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Palácio Dolmabahçe - capítulo 18


Minha intenção, quando iniciei os preparativos da viagem à  Turquia, era de ficar 6 dias em Istanbul. Porém, acabei ficando 8 dias, por conta dos preços da passagem. Os voos com saídas entre 30/08 e 01/09 estavam mais caros e a diferença a partir do dia 02/09 era bem significativa. Ficar mais dias na cidade me permitiu conhecer com mais calma as atrações. E isso é fundamental numa viagem, pois detesto passar o dia inteiro correndo de um lado para outro. E foi com toda a calma e tranquilidade que visitei o Palácio Dolmabahçe, construído em 1843 no reinado do sultão Abdulmecid. O Palácio é luxuoso, está localizado às margens do Bósforo e conta com uma decoração exuberante em ouro e cristal.
Fachada do Palácio a partir do Bósforo
A visita ao palácio é feita apenas em passeios guiados em turco e inglês. Cheguei cedo para evitar filas e comprei ingresso para o Palácio e o Harém.
Logo na entrada, a Porta do Tesouro já é de tirar o fôlego

 O jardim é muito bonito e tem belas fontes

Fonte do Cisne
Entrada principal do Palácio. Há duas filas, uma para visitas em inglês e outra em turco. Os guardas ficam repetindo "visit in english" e apontando para que os turistas fiquem na fila correta. Ao entrarmos, recebemos as instruções de praxe ... nada de fotos! Nada??? Consegui fazer algumas, pois não há como resistir à tanta beleza. São 46 salões e galerias de recepção. 

Escadaria de Cristal -  nunca a palavra "fausto" foi tão bem empregada. Esta escadaria  em ferradura tem balaústres de cristal Baccarat. Você sobe e vai admirando e vive seu momento "sultão por um dia". Clique na foto para ampliar e ver melhor os detalhes.


Salão Cerimonial - a cúpula alcança 36 metros  de altura. O grande destaque fica por conta do maior lustre de cristal do mundo, presente da rainha Vitória da Inglaterra ... tem 750 lampadas e pesa 4,5 toneladas! É de cair o queixo! E o meu ficou uns dez minutos no chão!


 Detalhe da decoração do teto do Salão Cerimonial.

 Após a visita, uma pausa para descanso com vista para o Bósforo.
E antes de visitar o Harém, um tchai.
O Harém do Palácio Dolmabahçe  possuía diversos apartamentos decorados com muito luxo, para abrigar o Sultão, sua mãe, esposas, concubinas, servos e convidados.
Nos primeiros anos da República, Atatürk usava o palácio como base em Istanbul , mantendo no Harém um escritório e um dormitório.



Aposentos de Atatürk, onde morreu no dia 10 de novembro de 1938, às 09h05. Os relógios do palácio marcam todos 09h05, horário da morte do ex-presidente. Por motivos óbvios, não consegui fotografar. O guarda - havia apenas um  - já estava meio irritado com os visitantes. Eu consegui ser discreto e com o smartphone dava para fazer fotos sem ser notado, mas outros visitantes com suas câmeras profissionais... não deram a mesma sorte ... e haja puxão de orelha!
Fechando a visita, um simpático Museu, com quadros de artistas franceses, poloneses e russos  do século XIX, objeto da coleção do Sultão Abdulmecid.
Entrada do Museu
 Mais uma foto "proibida" - galeria do Museu.

 Fonte no jardim do palácio com vista para o Bósforo


Esta certamente é uma daquelas visitas que não podem deixar de ser feitas quando estiver em Istanbul. É mesmo IMPERDÍVEL!